Com vacina e informação, fechamos o ano com maior atenção à saúde individual e coletiva

Depois do primeiro ano de pandemia, entramos em 2021 na incerteza se poderíamos criar esperanças. Sobrevivemos!

De geração para geração: Conviver com pessoas de idades diferentes é fundamental para desenvolvimento infantil

Neste fim de ano, marcado por reencontros ou saudades de quem não está mais aqui, a Periferia em Movimento publica uma série de textos sobre a importância dessas relações com pessoas de diferentes gerações para o desenvolvimento infantil

A cultura de odiar nossos ciclos na menstruação

“Infelizmente”. Essa palavra foi repetida por todas as pessoas que menstruam que foram entrevistadas para esta matéria.

De volta à escola, adolescentes relatam desânimo e sensação de atraso na aprendizagem

Se a frequência presencial foi impedida pelo coronavírus, a virtual não foi facilitada. O retorno às salas de aula demanda mais do que a simples aplicação do currículo

Com dor da covid e da violência, Cemitério São Luiz vira símbolo de luta por direitos nas periferias

Contra fome, tiro e abandono, Caminhada pela Vida e pela Paz em cemitério da periferia de SP elabora luto coletivo e convoca à luta

No candomblé, tudo é contato: Com avanço da vacinação, terreiros reabrem para comunidade

Recebides com um abraço forte e afetuoso, acompanhamos a volta dos encontros presenciais em um ilê de Embu-Guaçu

Perdi o emprego – e o rumo também. O que faço agora?

Após a perda de um emprego, se enxergar sem valia pode causar desconforto social, doenças como ansiedade e depressão, além da vulnerabilidade para se manter financeiramente

Negra, jovem e com 22 anos a menos de vida: A periferia paulistana, segundo o Mapa da Desigualdade

60% da população do Jardim Ângela é preta ou parda, 50% de quem vive em Parelheiros tem até 29 anos e, em Cidade Tiradentes, a idade média ao morrer é de 58 anos

“O patriarcado segue nos sangrando”, dizem integrantes da Escola Feminista Abya Yala sobre o veto à distribuição de absorventes

Mulheres da Escola Feminista Abya Yala se posicionam sobre o veto presidencial a lei de acesso a produtos de higiene e condições adequadas de saneamento às pessoas com útero

A cor da pandemia: Covid-19 mata mais homens negros que brancos

Pesquisa aponta risco de morte por covid-19 maior considerando a cor da pele, tanto no topo quanto na base das ocupações do mercado de trabalho

CAIU TUDO POR AÍ?

Siga a gente no Twitter!

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: