“Cabô a molecagem”: Por cabeça de Sturm, movimentos ocupam Secretaria de Cultura Ocupação acontece dois dias após o secretário na gestão de João Dória ameaçar "quebrar cara" de agente cultural; SMC alegou invasão violenta, enquanto enviado pelo prefeito reconhece legitimidade do movimento

Ocupação acontece dois dias após o secretário na gestão de João Dória ameaçar “quebrar cara” de agente cultural; SMC alegou invasão violenta, enquanto enviado pelo prefeito reconhece legitimidade do movimento

Frente Única de Cultura convoca ato em frente à Prefeitura de SP A manifestação é contra o desmonte e pelo descongelamento da verba destinada à cultura em São Paulo

Contra o desmonte e pelo descongelamento da verba destinada à cultura na cidade de São Paulo, a Frente Única de Cultura convocou o ATO que vai acontecer nessa terça-feira às 12h, em frente à Prefeitura de São Paulo.

Ocupações do Extremo Sul de São Paulo resistem a partir da união Conheça as histórias das ocupações do Jd. Porto Velho, Jd da União e Aristocrata, todas nas periferias do Extremo Sul de São Paulo

O que você conhece das ocupações por moradia? Os Repórteres da Quebrada trazem no vídeo o que encontraram nas ocupações do Extremo Sul de São Paulo

Repórter da Quebrada: participe do projeto do Periferia em Movimento Você pode colaborar na produção de nossas reportagens e indicar interesse em participar de cursos e oficinas que vamos oferecer. Saiba mais!

Você pode colaborar na produção de nossas reportagens e indicar interesse em participar de cursos e oficinas que vamos oferecer. Saiba mais!

“Cidade Linda pra quem?”: coletivo de grafiteiros questiona ações da gestão Doria Formado por artistas e agentes marginais do Extremo Sul de São Paulo, o coletivo Imargem aponta para a falta de diálogo por parte dos novos inquilinos da Prefeitura e o cenário de repressão que se desenha no horizonte

Formado por artistas e agentes marginais do Extremo Sul de São Paulo, o coletivo Imargem aponta para a falta de diálogo por parte dos novos inquilinos da Prefeitura e o cenário de repressão que se desenha no horizonte

Muito além da Virada: movimentos lutam por mais grana pra cultura nas quebradas Enquanto Dória demonstra desconhecimento sobre o funcionamento da cidade, fazedores de cultura lutam por 3% do orçamento em audiência na Câmara Municipal. Movimento Cultural das Periferias apresenta proposta para tirar dinheiro de gastos não-essenciais e colocar mais verba em pautas historicamente reivindicadas nas quebradas

Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento

Enquanto Dória demonstra desconhecimento sobre o funcionamento da cidade, fazedores de cultura lutam por 3% do orçamento em audiência na Câmara Municipal. Movimento Cultural das Periferias apresenta proposta para tirar dinheiro de gastos supérfluos e colocar mais verba em pautas historicamente reivindicadas nas quebradas

Movimento Cultural das Periferias lança carta de compromisso a candidatos em SP Movimento responsável por articular a aprovação da Lei de Fomento às Periferias apresenta reivindicações da cultura a quem pleiteia cargos na Prefeitura e na Câmara de Vereadores; confira

Movimento responsável por articular a aprovação da Lei de Fomento às Periferias apresenta reivindicações da cultura a quem pleiteia cargos na Prefeitura e na Câmara de Vereadores; confira

Edital seleciona 70 agentes de cultura nas quebradas; saiba como participar Candidatos selecionados vão receber R$ 1.000 por mês durante um ano para executar ações culturais. Formações tiram dúvidas de quem tem interesse em se inscrever

Candidatos selecionados vão receber R$ 1.000 por mês durante um ano para executar ações culturais. Formações tiram dúvidas de quem tem interesse em se inscrever

Biblioteca do CEU Casablanca tem acervo sobre direitos humanos

A biblioteca na região do Campo Limpo dispõe de 888 exemplares de 223 títulos diferentes sobre direitos humanos – incluindo literatura infanto-juvenil

“Requalificação” ou privatização do Anhagabaú? Movimentos questionam projeto da Prefeitura

Nesta sexta, a Prefeitura de São Paulo apresenta projeto para o Vale do Anhangabaú, mas movimentos sociais denunciam “higienização” patrocinada pelo Itaú