Vídeos

Diário do Corre
André Santos

Dono de brechó: “Autoemprego” permite acompanhar time do coração mas exige dedicação em múltiplas tarefas

Consumidor de itens usados, Thiago decidiu vender as próprias roupas para levar dinheiro para casa durante a pandemia. O brechó que ele criou deu certo e hoje tem uma loja física. Mas a liberdade do trabalho convive com acúmulo de funções e total informalidade. Assista no quarto e último episódio da série “Diário do Corre”, que traz relatos de pessoas periféricas que estão no trabalho autônomo 

Veja mais »
Diário do Corre
André Santos

Cotidiano de diarista: Sem café nem vale-transporte, trabalhadora ganha o dia quando há respeito do patrão

Integrante de uma categoria formada por quase 6 milhões de pessoas, trabalhadora da zona Leste pega pesado na limpeza doméstica enquanto lida com preconceitos, ingratidão e falta de direitos. Maria Amélia é a terceira entrevista da série “Diário do Corre”, que traz relatos de pessoas periféricas que estão no trabalho autônomo

Veja mais »
Diário do Corre
André Santos

Relatos de criadora de conteúdo adulto: Segurança do lar, tempo para si mesma e aposentadoria incerta

Após trabalhar com prostituição nas ruas, Thamara aderiu às plataformas digitais. Sem contato físico, a segurança é maior e a renda favorável, enquanto ela planeja um futuro ainda instável. Confira no segundo episódio da série “Diário do Corre”, que traz relatos de pessoas periféricas que estão no trabalho autônomo

Veja mais »
Diário do Corre
André Santos

A rotina de um motoboy autônomo em SP: Xixi no shopping, marmita requentada no motor e tempo pra curtir a filha

Trabalhador precisou apelar aos aplicativos de entrega após ficar desempregado na pandemia, mas migrou para o serviço particular para aumentar a renda. Apesar da rotina puxada e falta de direitos, ele vê pontos positivos na função. Confira no primeiro episódio da série “Diário do Corre”, que traz relatos de pessoas periféricas que estão no trabalho autônomo

Veja mais »
Cultura e Identidade
Fernanda Souza

MCs veem no funk uma possibilidade de se manifestar e viver da arte

Já parou para se perguntar se MC também quer viver de sua arte? Já parou para pensar que o funk é manifestação artística, que existem indivíduos produzindo, criando e tocando outras mentes? Será que é só por dinheiro? Como é o processo de escrita, o jogo com as palavras, suas referências e como começou? E se a gente te perguntar: Pode MC de funk ser artista? 

Veja mais »
Cultura e Identidade
Redação PEM

Slim Rimografia mostra que ‘o hip-hop vive’ em novo clipe

Músico aposta em poesia e imagens em tom retrô para questionar os rumos da cultura “Com tanta tecnologia, sentimento serve pra quê?”, com esse questionamento, Slim Rimografia lançou o videoclipe “1970”, onde questiona os rumos do hip-hop, a pasteurização do

Veja mais »
Não há mais notícia para exibir
Apoie!
Pular para o conteúdo