Eleições 2020: A juventude periférica vai às urnas?

Periferia em Movimento

Periferia em Movimento

Conversamos com jovens de periferias que podem (ou não) votar pela primeira vez nestas eleições municipais. Confira na vídeorreportagem!

Reportagem de Julia Vitoria. Roteiro: Thiago Borges. Edição de vídeo: Pedro Ariel Salvador.

Eriklys Pereira, de 19 anos, teve a oportunidade de votar em 2018, mas preferiu não ir já que ainda não era obrigado por conta da idade na época. Ele se arrependeu diante do resultado e, por isso, se prepara para comparecer à seção eleitoral no próximo 15 de novembro. Ana Beatriz dos Santos, 19, também vai votar pois acredita na mudança social por meio das urnas. Já Danielly Vitória Mascarenhas de Almeida, 18, nem tirou o título de eleitor diz que é tudo uma grande mentira.

As diferentes percepções compõem a reportagem da Periferia em Movimento com jovens de periferias que podem (ou não) votar pela primeira vez nestas eleições municipais. A presença ou ausência em frente a urna é um detalhe, já que todos têm uma visão muito similar dos problemas da cidade e do que deveria ser prioridade para os eleitos.

Conversamos com o estudante de cinema Eriklys, que mora em Figueira Grande (região de Guarapiranga, Zona Sul de São Paulo); Ana Beatriz, estudante de letras que vive em Itaim Paulista (Extremo Leste); e Danielly Vitoria, estudante de desenvolvimento de sistemas que mora no Jardim Lourdes (Jabaquara, Zona Sul). Confira abaixo:

Autor

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Comente usando o facebook

Nosso manifesto:

Nossas redes sociais:

Notícias recentes:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Confira também

Posts relacionados:

Apoie!
Skip to content