Rota do Cambuci e mais 03 rolês do Extremo Sul de SP pra colar no fim de semana

Já sabe o que vai fazer na folga entre sábado e domingo?

Com 11 atrações, Noite dos Tambores celebra presença, resistência e memória da diáspora africana

Desde 2011, o M’Boi Mirim se transforma no palco de um encontro internacional de música que reúne uma amostragem significativa da diversidade rítmica e percussiva do Brasil e do mundo. É a Noite dos Tambores, que celebra a presença a resistência e a memória afrodiaspórica no País. O evento aglutina pesquisadores, músicos e construtores de […]

Editais privados distribuem quase R$ 1,5 milhão para projetos nas periferias

Saiba mais e atente-se aos prazos!

Aos 55 anos, morre o educador José Soró

Confira na reportagem do Alma Preta

Fórum de Cultura da Zona Leste aponta falta de transparência em Festa Literária da Cidade Tiradentes

A FLICT começou na terça (22/10) e vai até domingo (27/10)

Cooperifa celebra “maioridade poética” com 09 dias de Mostra Cultural

Programação se estende entre 19 e 27 de outubro

Matriarcas: No país da professora Maria Vilani, ela rega perspectivas de futuro com arte e cultura

“Grajaú é o meu país”. Esse é o lema de Maria Vilani, de 69 anos. E não é só porque o distrito localizado no Extremo Sul de São Paulo é o mais populoso da cidade – oficialmente, com mais de 360 mil habitantes –, mas também porque foi nesse chão em que essa cearense natural da capital Fortaleza finca raízes e constrói possibilidades desde 1982.

Ampliando saberes: Vivências abordam teatro, narrativas e moda nas periferias, além de empreendedorismo ambiental e residência artística

Mesclando saberes ancestrais e novas tecnologias, as periferias produzem conhecimento

Festas e pedalada marcam Dia das Crianças nas quebradas da Zona Sul

Para celebrar o 12 de outubro, uma série de atividades está prevista em diferentes pontos da Zona Sul de São Paulo. Promovida pela Cooperpac e Agência Cresce no âmbito das atividades da UniGraja – Universidade Livre Grajaú, a feira “Criança consciente é criança do futuro” vai contar com diversas atividades, como feira de trocas de […]

“Meu nome é Correria”: da luta por direitos à geração de renda, articuladores fomentam redes periféricas

Trabalhadores, militantes, educadores, artistas, empreendedores… Muitas palavras cabem na definição do que fazem os personagens acima. Mas a mais certeira é a de “articulador”, central para transformar a realidade.

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: