Irene & Valéria: “Vou de bike” No bate-papo entre as amigas inseparáveis, Valéria apresenta pra Irene um universo de possibilidades e cuidados pra viver a cidade sobre duas rodas

No bate-papo entre as amigas inseparáveis, Valéria apresenta pra Irene um universo de possibilidades e cuidados pra viver a cidade sobre duas rodas

Saberes da Natureza: “Você não faz nada na religião sem os quatro elementos da natureza” Zeladora de santo no Templo de Umbanda Ogum Iara, no Grajaú, Sirley Dutra fala a falta de recursos naturais até a intolerância religiosa

Zeladora de santo no Templo de Umbanda Ogum Iara, no Grajaú, Sirley Dutra fala a falta de recursos naturais até a intolerância religiosa

No Grajaú: peça baseada na única autobiografia de um homem escravizado no Brasil "Baquaqua - Documento Dramático Extraordinário", da Cia do Pássaro, estará em cartaz no Galpão Cultural Humbalada a partir do dia 13 de julho

A Cia do Pássaro estaciona no Galpão Cultural Humbalada, com sua com peça que discute poeticamente a formação do que conhecemos como Brasil, a negritude e a liberdade em tempos tão sinistros e cheios de retrocesso.

Biblioteca Comunitária Caminhos da Leitura comemora seu 9º aniversário! Programação literária marca evento na Biblioteca Comunitária localizada no Colônia

A Biblioteca Comunitária Caminhos da Leitura , que promove formação crítica dos leitores a partir de várias formas de linguagens sociais e culturais no Colônia, extremo sul de São Paulo, comemora seu nono aniversário com uma programação repleta de atividades literária. 

13ª Colônia Fest celebra 189 anos de Colonização Alemã em São Paulo Festival que celebra a Colonização Alemã acontecerá nos dias 06, 07 e 08 de julho

Dia 29 de junho é oficialmente o aniversário do bairro da Colônia, completando seus 189 anos de história e cultura no bairro Colônia Paulista, em Parelheiros, extremo sul de São Paulo. E aproveitando essa data especial, nos dias 06, 07 e 08 é realizada a 13ª Colônia Fest. Resgatando os costumes dos colonos alemães, o evento é 0800 e também promove a interação entre as demais culturas presentes na região, como a japonesa, a indígena e a negra.

Primeira feira literária do extremo sul tem como tema o sertão! Evento acontecerá no dia 30 de junho, na Praça de Parelheiros

A Feira de Livros que terá como tema o sertão também contará com apresentações teatro, música, artesanato e o Sarauê vai adiantar a sua edição de Julho para somar no rolê. Além do Sarauê, o coletivo Rusha Montsho estará presente com oficina de stencil e trança, fora outras atividades!

Saberes da Natureza: “O meio ambiente é a coisa mais sagrada que a gente tem” No segundo episódio da série, trazemos as palavras de Mãe Beth de Oxum, que aborda a importância do meio ambiente na perspectiva da religiosidade do Candomblé e da ancestralidade

No segundo episódio da série, trazemos as palavras de Mãe Beth de Oxum, que aborda a importância do meio ambiente na perspectiva da religiosidade do Candomblé e da ancestralidade

Projeto Faz a Roda Grande Mulher vem com suas atividades para o Centro de Cidadania da Mulher do Grajaú! Atividade que conta com exibição de curta-documentário sobre bumbo, bate-papo e oficina de quadrinhas acontecerá neste final de semana

Nos dias 22 e 23 de junho, o projeto Faz a Roda Grande Mulher estará passando pelo Centro de Cidadania da Mulher do Grajaú! 

Festival underground tem lançamentos de álbuns, documentário e jogo do Brasil Festival Esquema Noise Underground termina ciclo neste domingo (17 de junho), no Espaço Clamarte

Festival Esquema Noise Underground termina ciclo neste domingo (17 de junho), no Espaço Clamarte. Confira a programação!

Da Senzala à Favela: Mulher Negra, Memórias e Re-Existência Grupo Identidade Oculta e Espaço Cultural Cazuá promovem roda de conversa sobre a mulher negra com Djamila Ribeiro

No dia 18 de junho, acontecerá no Lago Azul, uma roda de conversa sobre o tema: “Da Senzala a Favela: Mulher Memórias e Re-Existência”, com Djamila Ribeiro. 
Esse evento faz parte do projeto “Kalunga Grande. Rios de sangue. Corpos negros jogados ao mar”. Do começo da atuação do Kalunga, já houveram outras atividades, que foram uma roda de conversa sobre “Identidade Brasileira e o Povo Negro” e vivências de dança e percussão africanas e afro-brasileiras.