Contra remoções, movimentos por moradia defendem ocupações com preservação ambiental

Será que não dá pra morar nessas áreas e, ao mesmo, preservar os recursos naturais?

Ampliando saberes: Vivências abordam teatro, narrativas e moda nas periferias, além de empreendedorismo ambiental e residência artística

Mesclando saberes ancestrais e novas tecnologias, as periferias produzem conhecimento

UniGraja promove encontros sobre sustentabilidade e primeira infância na quebrada

Encontros acontecem nos dias 19 e 23/09. Confira!

Da sexualidade à permacultura: 04 cursos e rodas de conversa para participar na quebrada

Você sabe por que a ditadura militar proibiu a execução da música de Odair José? Saiba disso e muito mais!

Contra enchentes, mutirão “testa” jardim de chuva no Grajaú

Neste domingo (18 de agosto), grupo de ativistas e coletivos locais promovem ação em área inundável da região

#QuebradaGourmet: Em Parelheiros, Restaurante da Marlene traz ingredientes típicos da Mata Atlântica

Estabelecimento em no Extremo traz características de uma região de mananciais, proteção ambiental e com centenas de agricultores locais

#QuebradaGourmet: Berinjela e preocupação ambiental são ingredientes de bar com mais de 50 anos na ZL

No Tatuapé, Bar do Berinjela consome mais de 200 quilos do vegetal por semana

Triângulo do conhecimento: 03 rolês pra ampliar os saberes na Zona Sul de SP

Você sabe o que são PANCs? E quais são as fases da vida de uma mulher? E o que representa ser o primeiro homem trans no rap nacional?

Aeroporto de Parelheiros pra quem?

Travada desde 2014 por contrariar o Plano Diretor Estratégico, após uma decisão judicial favorável publicada no início deste ano a proposta de construção de um Aeroporto de Parelheiros para jatinhos executivos obteve a certidão de uso e ocupação do solo da Prefeitura de São Paulo. A falta dessa certidão era o único impedimento para buscar […]

Grajaú: 60 famílias são removidas de moradias embaixo de torre de transmissão

Terreno privado tem alto risco à segurança das pessoas. Despejo rolou na semana passada, mas nenhum órgão público deu assistência a moradores. Quem ficou sem teto, contou apenas com caminhão de mudança. Moradores que perderam apenas parte da casa tentam reconstruir os lares

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: