Saberes da Natureza: “Sem fazer nada, o índio faz mais do que o branco – que só destrói” No primeiro episódio da série, ouvimos o filósofo e escritor Olivio Jekupe, que fala da importância da literatura nativa e da demarcação de terras do povo Guarani Mbya inclusive para a sobrevivência da maior cidade brasileira

No primeiro episódio da série, ouvimos o filósofo e escritor Olivio Jekupe, que fala da importância da literatura nativa e da demarcação de terras do povo Guarani Mbya inclusive para a sobrevivência da maior cidade brasileira

A periferia segue (R)existindo | Com vocês o Perifraseando! Coletivo Midiativista do extremo sul é indicadx da semana no #PEMIndica

Conheça o Perifraseando, coletivo que no dia 29 de abril promove o evento “Periferia (R)existe”!

Resistência das mulheres Xavante é tema de reportagem vencedora do Prêmio Jovem Jornalista Material mostra que muitas xavante sofrem com a invisibilização étnica e de gênero, mas lutam por respeito e participação nas políticas que afetam a comunidade

A reportagem “Invisíveis” mostra a resistência Xavante no Mato Grosso

Indígenas guarani que vivem em São Paulo marcham por direito à terra Manifestação ocorre após Ministério da Justiça revogar a criação de Terra Indígena do Jaraguá, na zona Norte de São Paulo, o que gerou apreensão entre guarani de outras localidades (como Parelheiros e Marsilac) e também outras etnias

(Foto: Paulo Pereira)

Manifestação ocorre após Ministério da Justiça revogar a criação de Terra Indígena do Jaraguá, na zona Norte de São Paulo, o que gerou apreensão entre guarani de outras localidades (como Parelheiros e Marsilac) e também outras etnias

[ATUALIZADO] Greve Geral: Periferias marcham contra “reformas” Trabalhista e da Previdência Grajaú, Parelheiros, Jardim Ângela, Jardim São Luís... Marchas saem de diferentes pontos do Extremo Sul e se encontram no Largo do Socorro; confira como foram os atos

No Extremo Sul de São Paulo, mobilizações contra mudanças nas regras da aposentadoria e retirada de direitos trabalhistas começaram na véspera de grande dia de paralisação

“O não-indígena acha que não tem índios em SP” Para o educador guarani Karaí Poty, a visão só vai mudar quando os próprios indígenas puderem dar aula sobre sua história

Para Karaí Poty, educador Guarani Mbya, a visão só vai mudar quando os próprios indígenas puderem dar aula sobre sua história

516 anos de golpe Não é de hoje que os Guarani Mbya estão na resistência. No governo Dilma (PT), foram enrolados até conquistar com muita luta o reconhecimento de suas terras no Extremo Sul de São Paulo. Mas a mudança para o governo do golpista Michel Temer acende um alerta com a possibilidade de novos ataques aos direitos dos povos originários

Dilma só reconheceu as terras dos Guarani Mbya no Extremo Sul de São Paulo aos 45′ do segundo tempo de seu governo. E agora, com o golpista Temer no poder, os indígenas se preparam para resistir a possíveis novos ataques

É o clima: O que as quebradas e aldeias têm a ver com a COP 21?

(Foto: Paulo Pereira)

A partir da próxima segunda (30), representantes de governos e da sociedade civil de países de todo o mundo se encontram em Paris para discutir ações para frear as mudanças climáticas no planeta durante a 21ª Conferência do Clima ( COP 21 ) das Nações Unidas. Tá, e daí? E daí, que os principais prejudicadosContinue lendo É o clima: O que as quebradas e aldeias têm a ver com a COP 21?

Professora confecciona bonecas negras e indígenas para combater racismo desde a infância

(Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento)

“Minha maior conquista é trazer uma outra referência para as crianças, que podem escolher uma boneca parecida com elas”, explica Cristiane Jaxuka Palheta, moradora do Grajaú.

Exposição apresenta cotidiano dos indígenas guarani na cidade de São Paulo

A exposição “Nhande Kuery”, que acontece no Centro Cultural São Paulo (CCSP), reúne as vivências e processos do primeiro ciclo de trabalho do “Programa Aldeias”