Com desemprego e inflação lá em cima, precisamos intensificar o combate à fome

Saúde ou economia? Com o avanço da pandemia 2021 adentro, comprovou-se que o atual governo não cuidou nem de um nem de outro. Passamos perrengue neste ano!

Do cotidiano à política institucional, lutar foi fundamental para barrar retrocesso ainda maior

Em 2021, tentaram nos levar ao limite do suportável: com mudanças de regras, alterando ou retirando direitos até então garantidos. Resistimos!

Laços entre irmãos do Grajaú influencia escolha profissional e fortalece em transição de gênero do caçula

Quando pai e mãe não estavam em casa, Pedro Ariel era cuidado pelo irmão 12 anos mais velho, Gelson Salvador. O exemplo e o afeto, existentes desde cedo, refletem no homem que o mais novo é hoje

MTST cria robô, automatiza horta comunitária e forma profissionais de tecnologia da informação

Conhecido pela luta por moradia, movimento popular amplia frentes de atuação com projetos relacionados a educação, trabalho e segurança alimentar

Catálogo de Quebrada reúne 80 pequenos negócios periféricos com opções de presentes para o Natal

Com produtos de categorias como moda, acessórios, decoração, autocuidado, alimentos e bebidas, objetivo do catálogo é fortalecer empreendimentos periféricos

Em desfile-protesto na SPFW, marca negra e periférica questiona limites de “inclusão” pela branquitude

Com pipas, passinho e clima de bailão, Mile Lab cruzou pontes entre Grajaú e Ibirapuera para representar quebrada na semana de moda, ao mesmo tempo em que aponta a falta de recursos para permanência preta nesses espaços

Auxílio Brasil: Confuso, programa não garante “amanhã” de famílias vulneráveis e criminaliza pobreza

Programa que substitui Bolsa Família é dividido em 9 modalidades. Governo não explica como se chega aos prometidos R$ 400 por mês

Perdi o emprego – e o rumo também. O que faço agora?

Após a perda de um emprego, se enxergar sem valia pode causar desconforto social, doenças como ansiedade e depressão, além da vulnerabilidade para se manter financeiramente

Negra, jovem e com 22 anos a menos de vida: A periferia paulistana, segundo o Mapa da Desigualdade

60% da população do Jardim Ângela é preta ou parda, 50% de quem vive em Parelheiros tem até 29 anos e, em Cidade Tiradentes, a idade média ao morrer é de 58 anos

SP: Com mais tempo pra se aposentar, Prefeitura quer mudar regras da previdência municipal (de novo)

Quem trabalha na área diz que proposta de nova reforma da previdência precariza as condições de trabalho e pode afetar serviço público na ponta

CAIU TUDO POR AÍ?

Siga a gente no Twitter!

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: