Por uma cidade justa: Articular, ocupar e resistir! Vem aí a 22ª Caminhada Pela Vida e Pela Paz Desde 1995, a Caminhada denuncia a violência do estado que mata a juventude negra e periférica no trajeto pelo Jardim Ângela

A tradicional Caminhada Pela Vida e Paz está chegando. Nessa quinta-feira, 2 de novembro, a partir das 8h, a 22ª Caminhada fará o trajeto da Paróquia Santos Mártires, no Jardim Ângela, até o Cemitério São Luís.

O evento acontece desde 1995 na Zona Sul de São Paulo. Na época, o terceiro cemitério de São Paulo era destino das violências que marcaram o “triângulo da morte”: Jardim Ângela, Jardim São Luís e Capão Redondo. A Sociedade Santos Mártires promoveu a primeira caminhada para relembrar e denunciar os casos de jovens que morreram vítimas da violência do Estado. Desde então, muita coisa mudou, mas a juventude negra e periférica segue sendo a maior vítima da violência do Estado.

O tema de 2017 será “Por uma cidade justa: Articular, ocupar e resistir!” por menos repressão e menos violência, pelo fim dos assassinatos e violações de direitos contra os jovens da periferia. Mais políticas de educação, cultura e lazer para nossas crianças, adolescentes e jovens.

A caminhada começa às 08h da manhã de dois locais: Paróquia da Sociedade Santos Mártires (Rua Luís Baldinato, 09) e no CDHEP – Centro de Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Limpo (R. Dr Luís da Fonseca Galvão, 180).

Os dois caminhos se unirão no Parque Santo Antônio (Rua Antonio Ramos Rosa). O destino final será o Cemitério São Luís, localizado na rua Antonio de Sena, 82, no Jardim São Luís, onde acontecerá uma missa em memória das vítimas de violência.

Confira mais informações aqui.

Fórum Social Sul: “Uma outra periferia é possível, necessária e urgente”

Entre 28 de outubro e 1º de novembro, o VII Fórum Social Sul antecede a 22ª Caminhada Pela Paz e Pela Vida, com programação totalmente relacionada ao tema. Você encontra mais detalhes na página do VII Fórum Social Sul. Confira abaixo a programação do último dia, a quarta-feira 1º de novembro:

01 de NOVEMBRO (quarta-feira)

  • 8h30 Abertura com Momento Místic
  • 09h Roda de Conversa: Desafios da Implantação do SUAS em SP (Ana Márcia e Nazaré Cupertino)
  • 10h Histórias da Urbanização de São Paulo e Outros Projetos Possíveis de Cidade (FGV e PUC SP)
  • 11h Oficina: Espaços de representação, luta por direitos e convivência dos idosos (Fórum do Idoso M’ Boi Mirim)
  • 14h Marco Regulatório da Sociedade Civil e Decreto Municipal (Aguinaldo de Lima)
  • 14h Fóruns e Redes da Zona Sul: trocas de experiências práticas e desafios comuns (Fórum de pesquisadores)
  • 14h Corte de Cabelo Masculino – (MSE Ângela I e São Luiz)
  • 16h Sistema de Garantias de Direito com Djalma Costa (CEDECA INTERLAGOS)
  • 17h “Redes, Fóruns e Territórios” (Peter Spink FGV-SP)
  • 18h O que é ser educador social (Léa Chaves)
Foto de capa: 18ª Caminhada pela Vida e Pela Paz. Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Anotaí!
O quê?

22ª Caminhada Pela Vida e Pela Paz

Quando? Quinta, 02 de novembro, às 8h
Onde? Jardim Ângela - Dois pontos de saída em direção ao Cemitério São Luís.
9 Rua Luís Baldinato, 04935-100 São Paulo
Adicionar à agenda do Google