MCs veem no funk uma possibilidade de se manifestar e viver da arte

Já parou para se perguntar se MC também quer viver de sua arte? Já parou para pensar que o funk é manifestação artística, que existem indivíduos produzindo, criando e tocando outras mentes? Será que é só por dinheiro? Como é o processo de escrita, o jogo com as palavras, suas referências e como começou? E se a gente te perguntar: Pode MC de funk ser artista? 

Free Fire: Febre entre molecada, game alimenta perspectivas nas periferias

Conversamos com meninos que moram em diferentes lugares das periferias paulistanas e compartilham sonhos parecidos. Para eles, o jogo é uma oportunidade de alcançar seus objetivos

Pessoas com deficiência existem e resistem no nosso cotidiano

Este 21 de setembro é marcado como Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. A Periferia em Movimento inicia uma série de conteúdos sobre a vivência de PCDs nas quebradas

“Ceasa da favela” democratiza comida sem veneno na periferia de SP

Com vendas em loja física e pelo whatsapp, Sacolão Organicamente oferece frutas, verduras, legumes e produtos processados na zona Sul paulistana

“O que é o pardo se não uma confusão?”, questiona mulher indígena em “processo de retomada”

Em tempos de debate sobre demarcação de terras, como seria o País se a metade da população que se declara “parda” se reconhecesse preta ou indígena?

Mulheres negras resgatam saberes africanos em oficina de tecnologias ancestrais

Projeto Ogunhê, feito por coletivo de São Bernardo do Campo (SP), discute importância de ofícios envolvendo natureza e espiritualidade africana

Pouco divulgada, hepatite é silenciosa e pode ser fatal

Nos últimos 20anos, quase 700 mil pessoas foram diagnosticadas com hepatites no Brasil. Estima-se que meio milhão vivam com hepatite C sem saber

Com entrega de máscaras, palhaças buscam sensibilizar público em “retomada” cultural

Em atividade no Largo Treze (zona Sul de SP), artistas se surpreendem com negacionismo e notam emoção do público

Chacina de Osasco e Barueri: 6 anos depois, mães seguem na luta por justiça

No último sábado (14/8), um pequeno grupo relembrava o massacre que deixou 22 pessoas e 7 feridas nos municípios da Grande SP

Ciclistas esbarram em falta de estrutura, segurança e conexões para pedalar nas quebradas

Nos últimos anos, a rede viária para bicicletas aumentou nas periferias, mas ciclistas e especialistas apontam que é necessário fazer mais

CAIU TUDO POR AÍ?

Siga a gente no Twitter!

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: