Periferias convocam secretário municipal de Cultura para audiência pública

Nesta terça-feira (12/03), Movimento Cultural das Periferias realiza encontro com Alexandre Yousseff e apresenta demandas das quebradas

Encontro discute as demandas de agentes culturais das periferias

Nesta quinta-feira (30 de agosto), o Movimento Cultural das Periferias volta a reunir fazedores culturais de todas as pontas da cidade para um diagnóstico dos 13 encontros territoriais realizados ao longo do mês

DiversiMapa, diversimapeando

Unindo jornalismo e cartografia, o projeto “DiversiMapa”, realizado pelo Periferia em Movimento com o Sesc Interlagos, ocorreu durante quatro encontros que buscaram promover uma imersão em Parelheiros e Grajaú

Indígenas guarani que vivem em São Paulo marcham por direito à terra

Manifestação ocorre após Ministério da Justiça revogar a criação de Terra Indígena do Jaraguá, na zona Norte de São Paulo, o que gerou apreensão entre guarani de outras localidades (como Parelheiros e Marsilac) e também outras etnias

#ACracoRESISTE | Por que nós lutamos pelas vidas da cracolândia?

Estivemos na Cracolândia durante o Sarau da #ACracoResiste, no dia 13 de maio. De lá pra cá, em duas semanas, a violência policial que já estava grande, tomou as piores proporções possíveis.

Movimentos das periferias agitam Rolezinho contra os cortes no Programa VAI

Nessa quarta-feira, dia 17 de maio, os coletivos de cultura do Grajaú vão promover um Rolezinho em frente à Secretaria de Cultura, no Largo do Paissandu

Peça de teatro narra drama das remoções de favelas

Em cartaz até 12 de dezembro no espaço da Cia Pessoal do Faroeste, na Luz (Centro), a peça “Epístola.40, carta (des)armada aos atiradores” se baseia numa relação estrita com os moradores da Favela do Boqueirão, que passaram por uma grande remoção e tiveram suas vidas modificadas

Literatura periférica: dos saraus direto para as telas

No Centro, documentário “Pelas Margens” mostra participação feminina na literatura das quebradas, enquanto dois saraus acontecem no Extremo Sul da cidade

Manifestantes ocupam SSP, secretário foge e grupos prometem novo ato contra genocídio

Durante ato em homenagem a cinco jovens negros assassinados na Zona Leste, movimentos ocuparam saguão da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo e exigiram presença do secretário, que deu no pé com escolta policial

Foi massacre, sim: ato relembra 24 anos de ataque do Estado no Carandiru

No dia 02 de outubro de 1992, mais de policiais invadiram a penitenciária e mataram 111 homens desarmados e rendidos.

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: