Grau de bike: Praticantes defendem cultura periférica como lazer, esporte e movimento de “ruptura” na cidade

Colamos em Paraisópolis, na zona Sul de São Paulo, pra conversar sobre as manobras com a galera do A Rua É Grau

A cultura de odiar nossos ciclos na menstruação

“Infelizmente”. Essa palavra foi repetida por todas as pessoas que menstruam que foram entrevistadas para esta matéria.

Entre a segurança do teto e a ameaça de despejo: Com cultura, horta e resistência, ocupação em Cajamar vive um dia por vez

Sob risco de remoção desde sua fundação, Ocupação Queixadas ganha tempo até final de março de 2022 com decisão do STF. A vida continua acontecendo

De volta à escola, adolescentes relatam desânimo e sensação de atraso na aprendizagem

Se a frequência presencial foi impedida pelo coronavírus, a virtual não foi facilitada. O retorno às salas de aula demanda mais do que a simples aplicação do currículo

Com quilômetros de muros coloridos, Grajaú tem destaque no “mapa” do graffiti paulistano

A pé, de trem ou de barco. Não importa como a pessoa chega ao Grajaú. Ela é recepcionada com cartões de visitas que são marca do distrito: os graffitis

MCs veem no funk uma possibilidade de se manifestar e viver da arte

Já parou para se perguntar se MC também quer viver de sua arte? Já parou para pensar que o funk é manifestação artística, que existem indivíduos produzindo, criando e tocando outras mentes? Será que é só por dinheiro? Como é o processo de escrita, o jogo com as palavras, suas referências e como começou? E se a gente te perguntar: Pode MC de funk ser artista? 

Free Fire: Febre entre molecada, game alimenta perspectivas nas periferias

Conversamos com meninos que moram em diferentes lugares das periferias paulistanas e compartilham sonhos parecidos. Para eles, o jogo é uma oportunidade de alcançar seus objetivos

Pessoas com deficiência existem e resistem no nosso cotidiano

Este 21 de setembro é marcado como Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. A Periferia em Movimento inicia uma série de conteúdos sobre a vivência de PCDs nas quebradas

“Ceasa da favela” democratiza comida sem veneno na periferia de SP

Com vendas em loja física e pelo whatsapp, Sacolão Organicamente oferece frutas, verduras, legumes e produtos processados na zona Sul paulistana

“O que é o pardo se não uma confusão?”, questiona mulher indígena em “processo de retomada”

Em tempos de debate sobre demarcação de terras, como seria o País se a metade da população que se declara “parda” se reconhecesse preta ou indígena?

CAIU TUDO POR AÍ?

Siga a gente no Twitter!

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: