Preto e periférico Todos os homens são iguais nas formas de se existir no mundão? Mas e os pretos? E na quebrada, muda alguma coisa?

Todos os homens são iguais nas formas de se existir no mundão? Mas e os pretos? E na quebrada, muda alguma coisa? Conversamos com Rafael Cristiano, morador do Grajaú e pesquisador sobre masculinidades negras

Biblioteca Itinerante Feminista irá discutir o papel das masculinidades A partir da Musicoterapia, encontro deste sábado, 21, traz à pauta os efeitos da sociedade de violência machista sobre os homens

O quarto encontro da Biblioteca Itinerante Feminista acontece nesse sábado, 21 de outubro, a partir das 18h na Casa 111. O tema será o lugar do homem na desconstrução do machismo e apoio ao feminismo.