Da lona ao tijolo: Após 8 anos de luta, ocupação no Extremo Sul de SP comemora “transformação” em bairro

Jardim da União resistiu a despejos, criou próprio plano de urbanização e hoje tem água e luz regulares, horta comunitária e plano de desenvolvimento sustentável

Da saúde mental à qualificação ambiental: 4 atividades para participar e ampliar os saberes

Selecionamos encontros formativos gratuitos para participar nos próximos dias e semanas. Confira!

Coleta de recicláveis aumenta na pandemia, mas não reflete em faturamento de cooperativa

Em 2020, coleta seletiva aumentou 17,4% em SP. Mas cooperativas como a Cooperpac reclamam de modelo de remuneração adotado, que é baseado no volume coletado e não no serviço realizado

Cultura na quebrada: 4 dicas pra conferir no fim de semana

Na seleção tem Oficina de tecnologias ancestrais, workshop de teatro hip-hop e peças presencial e on-line

“Eu não vou passar perrengue!”: O cotidiano pandêmico de um artista de rua LGBTQIA+ na periferia de SP

Israel de Lima Barbosa faz da represa Billings o palco principal onde representa personagens, vende doces, estabelece relações e procura sobreviver à crise que afeta a todes, mas de forma desigual

Nós por nós: Campanhas combatem a fome e o vírus na quebrada

A Periferia em Movimento e o Nós, Mulheres da Periferia mapearam 35 campanhas solidárias que combatem o impacto da pandemia nas periferias

Auxílio emergencial: A humilhação por um direito

Das dificuldades para obter o benefício em 2020 a sua perda em 2021, a repórter Karine Gomes parte da experiência pessoal para narrar drama de milhões

Na pandemia, grupo de teatro transforma peça em filme e alcança novas plateias

Na terceira reportagem da série Cultura à Distância, contamos como companhia de teatro no Grajaú mudou o palco das ruas para as redes

Solidariedade na quebrada: “Agora, é ‘nós por nós’ realmente”

No Quebra das Ideias, o podcast da Periferia em Movimento, apresentamos quem está à frente de campanhas de solidariedade nas quebradas

Do mercado ao gás, entenda por que tá tudo caro (e como mulheres periféricas lutaram contra isso nos anos 1970)

O que há por trás das poucas sacolas na volta da feira e o que podemos aprender com o Movimento Contra Carestia, organizado por donas de casa nos anos 1970

CAIU TUDO POR AÍ?

Siga a gente no Twitter!

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: