Prefeitura de SP deve colocar nas ruas 250 famílias do Grajaú nesta quinta-feira Moradores convocam resistência para a reintegração de posse, marcada para as 6h do dia 09/02 no Jardim Lucélia, em terreno do antigo Clube Aristocrata

Moradores convocam resistência para a reintegração de posse, marcada para as 6h do dia 09/02, no Jardim Lucélia, de terreno do antigo Clube Aristocrata

#Memória2016: Das ruas à Câmara Municipal, agentes culturais ocupam todos os palcos Trabalhadores e trabalhadoras da cultura pautaram todos os espaços possíveis, inclusive esse aqui, elevando o fazer artístico como ato político à máxima potência

(Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento)

Trabalhadores e trabalhadoras da cultura pautaram todos os espaços possíveis, inclusive esse aqui, elevando o fazer artístico como ato político à máxima potência

#BlackBraziliansMatter: Após ocupação da SSP, movimentos fazem novo ato contra genocídio Encontro marca lançamento do livro “Mães em Luta – 10 anos dos Crimes de Maio”, com perfis das Mães de Maio, e da campanha internacional #BlackBraziliansMatter. Na sequência, grupos fazem cortejo até a Secretaria de Segurança Pública, que foi ocupada na última quinta-feira (10) por manifestantes em protesto contra a execução de cinco jovens negros na Zona Leste

Velas acesas na porta da SSP (Foto: Edu Graja)

Encontro marca lançamento de livro sobre as Mães de Maio e campanha internacional #BlackBraziliansMatter. Grupos caminha até a Secretaria de Segurança Pública, ocupada semana passada contra a execução de cinco jovens na ZL

Após repressão, aprendizes e educadores trocam ideia com comunidade na Fábrica de Cultura do Capão Molecada quer definir próximas ações e fortalecer a rede de proteção da ocupação que já resiste há 41 dias. Papo rola quarta (dia 06)

(Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento)

Molecada quer definir próximas ações e fortalecer a rede de proteção da ocupação que já resiste há 41 dias. Papo rola quarta (dia 06).

Ocupação, greve e repressão: as Fábricas de Cultura estão fervendo Contra o sucateamento de equipamentos culturais nas quebradas, aprendizes ocupam e os educadores fazem greve. A Poiesis, que recebe dinheiro do Governo de Geraldo Alckmin, reprime a molecada enquanto persegue e demite trabalhadores

(Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento)

Contra o sucateamento de equipamentos culturais nas quebradas, aprendizes ocupam e os educadores fazem greve. A Poiesis, que recebe dinheiro do Governo de Geraldo Alckmin, reprime a molecada enquanto persegue e demite trabalhadores

“Antes de a gente ocupar já tinha policial batendo. Periferia é outra história”

A repressão policial tenta desestruturar as ocupações, mas os estudantes estão organizados e resistem. A aula agora é pra todos, na rua, contra a reorganização escolar