Feminismos Insurgentes são tema de evento no Jardim São Luís No sábado, mulheres são convidadas a discutir o Feminismo Comunitário de Abya Yala, “um feminismo periférico e pulsante, antirracista”

Evento acontece nesse sábado, dia 30, no Bloco do Beco (Rua Bento Barroso Pereira, 2, Jardim São Luís), a partir das 13h30, organizado pela Coletiva “Fala Guerreira”

Sarau e Feira marcam o Dia da Visibilidade Lésbica entre mulheres periféricas Eventos acontecem nesse domingo no Jardim São Luís e Campo Grande, em comemoração ao 29 de agosto, Dia Nacional da Visibilidade Lésbica.

No dia 29 de agosto, é comemorado no Brasil o Dia da Visibilidade Lésbica, uma data a ser lembrada não só pelas violências diárias que as mulheres lésbicas sofrem no país, mas pela sua força, resistência e cultura. No domingo, 27 de agosto, dois eventos buscam reunir as mulheres lésbicas nas periferias, como forma de resistênciaContinue lendo Sarau e Feira marcam o Dia da Visibilidade Lésbica entre mulheres periféricas Eventos acontecem nesse domingo no Jardim São Luís e Campo Grande, em comemoração ao 29 de agosto, Dia Nacional da Visibilidade Lésbica.

Lanchonete do Jardim Ibirapuera oferece lanches fenomenais com brilho nos olhos O Street Burguer é o destaque dessa edição do Prato Firmeza, o guia gastronômico das quebradas

Conheça a história do #StreetBurguer, a lanchonete de Diego e Luan que já conquistou o público do Jardim Ibirapuera.
Essa é a atração dessa sexta-feira no #PratoFirmeza, o #GuiaGastronômicodasQuebradas.

Histórias e memórias da ponte pra cá Curso no Jd. São Luís aborda histórico das periferias paulistanas e de seus moradores; inscrições prorrogadas

Curso no Jd. São Luís aborda histórico das periferias paulistanas e de seus moradores; inscrições prorrogadas até sexta, dia 10 de junho

Sarau Preta na Branca com as #PeriferiasContraoGolpe No sábado, 30 de abril, tem poesia e resistência pela democracia no Jardim Ibirapuera

Poesia e Resistência #PelaDemocracia. No sábado, 30 de abril, tem Sarau Preta na Branca no Jardim Ibirapuera.

Periferia Segue Sangrando: reflexão e celebração da luta das mulheres periféricas

Neste mês de março, em que se rememora a luta das mulheres por igualdade de direitos, periféricas, das quebradas e favelas que atuam em diversos coletivos e movimentos se reúnem para dar um grito emancipatório

Encontro debate como combater o racismo na educação

A programação inclui curtas-metragens e debates sobre os povos indígenas, religiosidade e subjetividade africanas e exemplos práticos de combate ao racismo por meio da educação dentro e fora das escolas.

Periferia Segue Sangrando: um encontro sobre a vida das mulheres e suas contradições

Encontro deste domingo no Jardim Ibirapuera reúne mulheres em oficinas, debates, vivências, sarau, show e caminhada.

Cultura das quebradas marca 31ª Bienal de Artes

Como falar sobre coisas que não existem? Quem define a existência de algo? A arte dos indígenas, pretos, pobres, periféricos existe? Eles existem? “Sim, nós existimos”, é o que grita a participação dos artistas da periferia na 31ª Bienal de Artes de São Paulo. A violência, a intolerância, a dominação, o racismo também existem eContinue lendo Cultura das quebradas marca 31ª Bienal de Artes

A periferia, além de tudo, lutou contra a ditadura

Por Joseh Sillva, no Observatório Popular de Direitos A periferia foi e é construída por luta. Não há um posto de saúde, praça, escola, transporte, asfalto que não tenha sido erigido com união e reivindicação do povo. Há pelo menos 60 anos os periféricos ocupam espaços públicos, seja para construir casas ou sanar qualquer necessidade que favoreçaContinue lendo A periferia, além de tudo, lutou contra a ditadura