“Tá foda!”: Com impactos da pandemia e da crise na saúde mental, terapeutas de periferias indicam medidas de autocuidado

Profissionais notam que a angústia social se intensificou, mas percebem busca por alternativas

7 de setembro: Em dia de manifestações, periferias se organizam para ato contra Bolsonaro

Em São Paulo, protesto no Anhangabaú denuncia fome, desemprego, mortes por covid-19 e ataques à democracia. Já na Paulista, bolsonaristas apoiam Presidente.

Do mercado ao gás, entenda por que tá tudo caro (e como mulheres periféricas lutaram contra isso nos anos 1970)

O que há por trás das poucas sacolas na volta da feira e o que podemos aprender com o Movimento Contra Carestia, organizado por donas de casa nos anos 1970

CAIU TUDO POR AÍ?

Siga a gente no Twitter!

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: