#Memória2015: Contra o oligopólio das comunicações, democratização da mídia na prática

Em 2015, lançamos um novo site com alcance mensal de 40 mil pessoas. Além disso, realizamos mais de 200 horas de cursos, oficinas, palestras e vivência, com participação direta de mais de 700 pessoas. Saiba como fazer parte disso em 2016!

Adolescentes saem às ruas do Grajaú por cancelamento da reorganização escolar

“Mas a reorganização não foi suspensa?”, perguntou uma mulher, que passava pelo local. “A reorganização não foi cancelada. Ela só foi adiada. E nós acreditamos que podemos protagonizar a nossa própria luta”, responderam, em jogral, todos os participantes do ato.

A mentalidade racista deve morrer

O Alma Preta entrevistou KL Jay, do Racionais MC’s, e seu irmão, Jeferson Jomo. Confira a conversa!

Expressão da Quebrada: Juventude ativa na luta por direitos

Os jovens repórteres da quebrada do Extremo Sul de São Paulo explicam os direitos comuns a todos nós e apresentam os conteúdos produzidos a partir de entrevistas com militantes da região.

Mostra Repórter da Quebrada: Hora de compartilhar!

Jovens do Repórter da Quebrada realizam, neste sábado, Mostra do material produzido após três meses de formação em jornalismo e direitos na periferia.

A carne mais barata: 95 negros assassinados por dia no Brasil

As recente chacinas apenas aumentam os número do Mapa da Violência, segundo o qual 95 negros são vítimas de homicídio por dia no Brasil

Midialivrismo ao Extremo: um papo sobre as narrativas das periferias na Ilha do Bororé

Roda de conversa com midialivristas sobre as narrativas das periferias.(Foto: Ester Souza / Repórter da Quebrada)

Promovido pela Ecoativa, o encontro também contou com oficinas e shows com os rappers Mano Money’s​, Robsoul​ e Drezz do Xemalami Xeque Mate La Misión​. Assista

Transparência midiática e juventude negra

Reportagem do coletivo Alma Preta questiona como a imprensa brasileira hegemônica tem tratado a redução da maioridade penal, tema delicado à juventude negra

TV DOC Capão: De carona com Ferréz pelos caminhos da literatura periférica

Um dos precursores da literatura periférica, Ferréz concedeu uma entrevista à TV DOC Capão, realizada por jovens da periferia da zona Sul de São Paulo

Participe de nosso curso de extensão universitária!

Somos mais de 8 milhões nas quebradas na cidade de São Paulo e quase 60 milhões em todo Brasil, mas continuamos pouco representados na mídia convencional.