100 dias de greve na educação: “A vida é mãe de todos os direitos”

Professoras e professores da rede municipal de São Paulo fazem ato por vacina, testagem e condições seguras para finalizar greve na capital

“Greve pela vida”: Professores paralisados preveem adesão de trabalhadores de outras áreas

Paralisados há mais de 60 dias, educadores da rede municipal de SP veem mobilização entre metroviários, entregadores e no serviço funerário

ALERTA! Coronavírus e as quebradas

Confira nossa cobertura

Apoie nossa cobertura jornalística

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: