Editais selecionam projetos e negócios que transformam dia a dia na quebrada

Fundação ABH recebe propostas de desenvolvimento local na Zona Sul até o dia 31 de janeiro; e, até 24 de fevereiro, negócios de impacto periféricos podem se inscrever em aceleração da ANIP. Confira!

#QueroViver: “Falar de Direitos Humanos tá no nosso dia a dia”

Moradora do Complexo do Alemão, Lana de Souza faz parte do Coletivo Papo Reto – que pauta principalmente uma política de segurança pública a partir da favela

#QueroViver: “Cada direito que temos hoje é resultado da luta de muitas pessoas”

Semayat Oliveira não consegue enxergar garantia dos Direitos Humanos desvinculada de quem depositou energia e deu sangue por uma vida melhor

#QueroViver: “A gente que é mãe tá na busca por tentar manter a vida dos nossos filhos”

Mãe de duas crianças na periferia de Jaboatão dos Guararapes, é a partir da perspectiva da maternidade favelada que Débora Aguiar aborda a garantia dos Direitos Humanos

#QueroViver: “A galera que nasce na periferia não vê uma porta”

Moradora da Bomba, periferia do Recife, Priscilla Melo vê como reflexo dessa estrutura uma juventude sem perspectiva de futuro

#QueroViver: “As pessoas só conhecem seus direitos quando são lesadas de alguma forma”

A vivência de Roger Beat Jesus no Capão Redondo (zona Sul de São Paulo) mostra que a compreensão sobre Direitos Humanos acontece geralmente quando percebemos que eles foram violados

#QueroViver: “Tentam nos desumanizar o tempo todo para que a gente não tenha nossos direitos”

Há um recorte para garantir os Direitos Humanos? Fernanda Viana, do Rio de Janeiro, dá a visão

#QueroViver: “Será que as pessoas de onde eu vim conhecem os Direitos Humanos?”

Para Lenne Ferreira, é nítido: mulheres e homens negros, que vivem em periferias, não têm a mesma possibilidade de circulação pela cidade

#QueroViver: “Nosso cotidiano é criminalizado”

Moradora e comunicadora comunitária há mais de 20 anos da Maré, Gizele Martins denuncia uma sociedade que naturaliza o genocídio

#QueroViver: “Sinto os Direitos Humanos tanto na ausência quanto na solidariedade de quem luta”

Militante do movimento Luta Popular e editora da Revista Amazonas, Helena Silvestre destaca quem luta para ter seus direitos garantidos

%d blogueiros gostam disto: