#NossoBonde: “As crianças e jovens vão romper as barreiras das pontes”

Para Dona Eda Luiz, a busca por direitos nas periferias se fortaleceu nos últimos 10 anos. E o CIEJA Campo Limpo, escola pública que ela dirigiu por 20 anos e se tornou modelo de educação, é parte fundamental nesse processo. Extremamente otimista, como ela própria se define, ela acredita na construção de uma cidade mais humana e solidária daqui pra frente

FELIZS: Feira Literária no Campo Limpo reflete sobre potências e dificuldades das periferias

Em sua quarta edição, evento homenageira Dona Eda Luiz, coordenadora do Cieja Campo Limpo por 20 anos. Programação começa no dia 10 e se estende até 22 de setembro. Confira!

“Foi o ‘Neguinho'”: Jovem é tirado da cama por PMs e preso por crime que não cometeu

Diego, um jovem de 23 anos que mora no Capão Redondo e estuda no CIEJA Campo Limpo, acaba de entrar para as estatísticas da seletiva justiça verde e amarela

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: