Atividades políticas e culturais são uma coisa só nas periferias. O verso declamado também é protesto – e isso se reflete em algumas ações previstas para acontecer neste fim de semana na região Extremo Sul de São Paulo.

Do Grajaú ao Marsilac, shows, feira comunitária e atos convocam a população para curtir e refletir. Destaque especial para a campanha #TodosPeloArthur.

Arthur é um bebê com uma doença rara chamada AME (Atrofia Muscular Espinhal), cujo tratamento custa mais de R$ 2 milhões. Por isso, artistas e atividades da região estão em campanha para arrecadar fundos pra família da criança, que mora no Grajaú.

Neste sábado (11/05), o espaço Meninos da Billings vai vender camisetas em tamanhos adulto e infantil no valor de R$ 40, com direito a uma vivência náutica na represa Billings. O dia no parque linear do Lago Azul também tem brechó e venda de comidas. Toda a renda arrecadada será revertida para o Arthur.

Os artistas Mano Moneys, Denise Alves, Pura Semente, DJ Effi e DJ Ferruge também se apresentam. A programação começa às 11h, na rua Beija Flor de Cactus, 85 – Parque Residencial dos Lagos. Saiba mais aqui.

Em luta

Localizado no Jordanópolis, no sábado o espaço DalidaLama faz um encontro voltado exclusivamente para mulheres. As atividades começam às 13h, com a exposição “Gaia” com obras de 09 artistas e live paint com Heloisa Brandão. A partir das 14h, tem alongamento com Thaiane de Paula, troca de ideias com Carol Araújo, Amanda Barros, Jessica Angelin e as integrantes da Casa Fulô.

As manifestações artísticas ficam por conta de Giovanna Mota, Lorena Ribeiro, Leticia Pfeffer, Nzambi Brito, Denise Alves, além do microfone aberto pra quem quiser participar. O espaço fica na rua Ribatejo, 215. Saiba mais aqui.

Ali perto, em frente à escola estadual Carlos Ayres (avenida Belmira Marin, 595 – perto do terminal Grajaú), a partir das 15h começa a concentração para a Marcha da Maconha na Zona Sul. Em preparação ao grande ato que acontece no próximo mês, na avenida Paulista, o protesto regionalizado quer informar a população sobre redução de danos e usos terapêuticos e religiosos da erva, além de alertar para os efeitos da guerra às drogas no genocídio da população preta, pobre e periférica.

A saída da marcha ocorre às 16h20 e segue até a Praça do Passa Rápido do Rio Bonito, onde estão programados shows de rap e reggae, além de uma soundsystem pra fechar o ato. Saiba mais aqui.

Do Grajaú ao Marsilac

De aspecto rural e dentro da área de proteção ambiental Bororé-Colônia, entre os distritos de Grajaú e Parelheiros, a Chácara Santo Amaro sofre com a pouca presença do Estado e a distância com outros bairros. Mas desde 2012, os serviços conveniados na região se organizam para promover a Feira de Saúde, Educação, Cultura e Meio Ambiente, que chega à 8ª edição nesta sexta (10/05).

Das 09h30 às 15h, profissionais vão atender à comunidade com informações sobre saúde, corte de cabelo até encaminhamentos para o primeiro emprego. A expectativa das 25 instituições parceiras e 250 voluntários é atender em média 1.000 pessoas no dia. A feira acontece na avenida Paulo Guilguer Reimberg, 9858. Saiba mais aqui.

No sábado (11/05), o rolê é mais ao Sul, no Marsilac. Os projetos OcupaRua (da companhia Teatro de Rocokóz) e SertãoPerifa fazem um circuito de atividades para refletir sobre a ocupação da rua e a luta de trabalhadores e trabalhadoras das bordas da cidade.

Com oficinas de flâmulas, xilogravura e cordel, debate-papo, espetáculo de circo e show de forró com a banda Vila do Sossego, o “Ocupa Sertão” acontece do meio-dia às 20h, na praça Maria Nazareth da Costa – ponto final do ônibus Marsilac. Confira aqui.

No mesmo dia, a partir das 19h, a praça do centro de Parelheiros recebe mais uma edição do Sarauê com o encerramento do projeto “Espalharte”, que contou com oficinas livres e formação de conteúdo.

E, para celebrar, o coletivo lança a antologia de 4 anos do sarau com fotografias de Erivelton Camelo (foto na capa) e textos de poetas locais; show com a banda “Rota Mineira”, que traz músicas de artistas mineiros liderados por Milton Nascimento; além de microfone aberto, exposição e venda de alimentos, bebidas e artesanatos. Veja aqui.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

× Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: