Greve Geral: Movimentos do Extremo Sul marcham contra “reformas” do Governo Temer Já na quinta-feira (27 de abril), moradores da ocupação Jardim da União fazem rodas de conversa com a população e montam acampamento em avenida importante da região. Na sexta (28 de abril), dia da Greve Geral, manifestantes se unem com outros grupos da Zona Sul

Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento

Já na quinta-feira (27 de abril), moradores da ocupação Jardim da União fazem rodas de conversa com a população e montam acampamento em avenida importante da região. Na sexta (28 de abril), dia da Greve Geral, manifestantes se unem com outros grupos da Zona Sul

Preto, pobre, preso Contra a prisão de Rafael Braga, contra a seletividade do judiciário, movimentos se unem em vigília nessa noite noite

Condenado nos protestos de 2013 por portar Pinho Sol, Rafael Braga foi novamente acusado, agora num flagrante duvidoso, por tráfico de drogas

Ocupações do Extremo Sul de São Paulo resistem a partir da união Conheça as histórias das ocupações do Jd. Porto Velho, Jd da União e Aristocrata, todas nas periferias do Extremo Sul de São Paulo

O que você conhece das ocupações por moradia? Os Repórteres da Quebrada trazem no vídeo o que encontraram nas ocupações do Extremo Sul de São Paulo

É normal sofrer na hora do parto? Um papo necessário entre mulheres da periferia sobre violência no parto, parto humanizado e a importância da informação adequada para nós, mulheres das quebradas

Parir também é um ato político: Um papo necessário entre mulheres da periferia sobre violência no parto, parto humanizado e a importância da informação adequada para nós, mulheres das quebradas

Campanha #MeuProfessorRacista denuncia racismo na educação Ação foi idealizada pela Ocupação Preta da USP, grupo formado por estudantes da universidade que defende os direitos e interesses da população negra.

A Hashtag #MeuProfessorRacista foi lançada pela Ocupação Preta em repúdio a professores da Universidade de São Paulo, e chegou muitas outras salas de aula através de denúncias no facebook

Você sabe como a Reforma da Previdência deve afetar as pessoas das Periferias? Veja e compartilhe o vídeo produzido pelos Repórteres da Quebrada

Veja e compartilhe o vídeo produzido pelos Repórteres da Quebrada

Artistas das Periferias ocupam ruas do Centro contra o congelamento da Cultura Sem a verba para a cultura, espaços de aprendizado nos Extremos geográficos da Capital correm riscos de deixar de existir.

Na tarde de segunda-feira, aconteceu o Grande Ato contra o desmonte da cultura da cidade de São Paulo. Artistas das periferias comentam a importância da verba para a cultura nos extremos da Capital.

Descongela!: A resistência das quebradas ao “desmonte” da Cultura em SP Reunidos no Galpão Cultural da Cia Humbalada de Teatro, no Grajaú, artistas de diferentes pontos da cidade analisaram o cenário atual

Reunidos no Galpão Cultural da Cia Humbalada de Teatro, no Grajaú, artistas de diferentes pontos da cidade analisaram o cenário atual

Pagando veneno no trampo: O que as novas regras de terceirização significam pras quebradas? O PL 4.302/1998 foi aprovado pela Câmara dos Deputados e encaminhado a Michel Temer. Texto libera a terceirização para todas as atividades profissionais

Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento

Na noite de terça feira, os Deputados da Câmara Federal aprovaram o PL 4302/1998 por 231 a favor, 188 contra e 8 abstenções. Falta apenas a sanção do presidente Michel Temer para que QUALQUER trabalho possa ser terceirizado.

Prefeitura cancela contratação de arte-educadores, prejudica 8 mil crianças e adolescentes e artistas denunciam “desmonte” da Cultura Enquanto lança novos editais e programas, Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo segue com 43,5% da verba congelada. Programas são afetados e artistas resistem ao desmonte de políticas públicas

Enquanto lança novos editais e programas, Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo segue com 43,5% da verba congelada. Programas são afetados e artistas resistem ao desmonte de políticas públicas