EDITORIAL: No Baile da DZ7 e todos os dias do ano, o Estado racista persegue, encurrala, pisoteia e mata a gente

Opinião da Periferia em Movimento

Dos brechós às marcas locais, quebrada reinventa moda e hábitos de consumo

Confira a reportagem especial

Quebra das Ideias: Como sair da política de morte para uma política de vida?

Neste dia da Consciência Negra (20/11), relembramos o tema da segunda edição do programa Quebra das Ideias, em que a Periferia em Movimento abordou a “necropolítica” – quando governantes adotam como prática de Estado matar diretamente ou deixar morrer grupos considerados “indesejáveis”: o povo negro, os povos indígenas, das periferias, a população LGBT.

Marchas por direitos e eventos culturais marcam semana da Consciência Negra

Nos dias 20 e 24 acontecem manifestações. Confira!

Matriarcas: Em Marsilac, a agricultora Maria do Carmo planta com suor e respeito para colher saúde e sustento pra família

Texto por Thiago Borges. Idealização, pesquisa e reportagem por Lucimeire Juventino. Roteiro: Thiago Borges. Edição de vídeo por Pedro Ariel Salvador Na borda da cratera de Colônia, aonde 36 milhões de anos atrás caiu um meteoro, fica o sítio de Maria do Carmo Firmino. Aqui, há 40 anos ela planta alface, quiabo, coentro e brócolis […]

InfoTerritório vence “Desafio de Inovação” da Google News Initiative na América Latina

A partir de 2020, Alma Preta, Desenrola e Não Me Enrola, Historiorama, Periferia em Movimento e Preto Império vão inovar formato de distribuição de conteúdo jornalístico nas periferias por meio de plataforma digital.

Com 11 atrações, Noite dos Tambores celebra presença, resistência e memória da diáspora africana

Desde 2011, o M’Boi Mirim se transforma no palco de um encontro internacional de música que reúne uma amostragem significativa da diversidade rítmica e percussiva do Brasil e do mundo. É a Noite dos Tambores, que celebra a presença a resistência e a memória afrodiaspórica no País. O evento aglutina pesquisadores, músicos e construtores de […]

Dia de Finados: Por quem choramos?

Localizado na Zona Sul de São Paulo, o Cemitério São Luiz ficou marcado como destino de milhares pessoas que morreram vítimas da violência e violação de direitos na região, principalmente nos anos 1990. O que mudou desde então?

Aos 55 anos, morre o educador José Soró

Confira na reportagem do Alma Preta

Contra remoções, movimentos por moradia defendem ocupações com preservação ambiental

Será que não dá pra morar nessas áreas e, ao mesmo, preservar os recursos naturais?

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: