Foto em destaque: Thiago Borges / Periferia em Movimento

Na próxima terça-feira (13/7), o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) completa 31 anos de existência. A legislação estabelece direitos para crianças e adolescentes de 0 a 17 anos e 11 meses, passando a considerar esses seres humanos como “sujeitos de direito” e prioridade absoluta na elaboração e execução de políticas públicas. Mas, diante da série de violações, ainda há um longo caminho a percorrer.

Por isso, nesta semana a Periferia em Movimento seleciona e indica 4 atividades que acontecem de forma virtual e que debatem e buscam promover o acesso a direitos para crianças e adolescentes. Confira abaixo e saiba como participar!

Este conteúdo aplica linguagem neutra ou sem marcação de gênero. Saiba mais!

1. Seminário Infância e o Brincar

Entre terça e sexta-feira (6 e 9/7), a Biblioteca Leia Bem no Horto (da zona Norte de São Paulo) promove seminário on-line Infância e o Brincar. O objetivo é propor reflexões sobre temas que atravessam a realidade de crianças periféricas. Você pode acompanhar os encontros pela página no Facebook. Clique aqui.

Durante os 4 dias de programação, 24 educadories, brincantes e bibliotecáries da rede pública, professories e ativistas vão compartilhar saberes decoloniais para combater quem vê a infância como um mercado.

Abaixo, um resumo da programação:

  • Terça, 6/7, às 17h – Mesa Criança e natureza: com Natalia Ferreira (Museu Florestal), Mabia Oliveira (CBrincando na Kebrada), mediação de Nielson Fortunato (Biblioteca Comunitária Leia Bem no Horto). O objetivo é discutir como responsáveis de crianças periféricas lidam com a questão em regiões e escolas que não possuem áreas verdes e de que forma garantir o vínculo com outros espaços da cidade.
  • Terça, 6/7, às 19h – O que é educação domiciliar, e pra quem ela é possível?: com Katia Alves e Daniela Ferreira; mediação de Natália Santos (Biblioteca Comunitária Leia Bem no Horto). A partir da defesa do ensino domiciliar por bancadas parlamentares, o debate foca nos reflexos no desenvolvimento das crianças e jovens mais pobres e quais foram as realidades que a pandemia evidenciou sobre a educação no País.
  • Quarta, 7/7, 17h – Direito à cidade e infâncias: com Camila Cardoso (Quilombaque), Elisabeth Alves (Biblioteca Hans Christian Andersen); mediação de Sandro Coelho (Biblioteca Brito Broca).
  • Quarta, 7/7, às 19h – Por um brincar sem gênero: com Kido Panontim (Queerternura) e Anabela Gonçalves (Bloco do Beco); mediação de Ana Liz (Instituto Florestal).
  • Quinta, 8/7, às 17h – Candomblé e Infância: com Yalodé Marisa de Oyá (Ilê Asé Oyá Mesam Orun), Thamara Oliveira e Aninha (coletivo Você tem fome de quê?); mediação de Andressa Maciel.
  • Quinta, 8/7, às 19h – Cultura popular: com Jessica Rufino (Conto no Pé da Árvore) e Geraldo Magela (Candearte); mediação de Vanessa Novaes (Siriema Spuleta Arte e Cultura).
  • Sexta, 9/7, às 19h – Adultização: com Patricia Soares (Brincaderia) e Ingryd Sena (Candearte); mediação de Layo Tirola (Leia Bem no Horto).
Foto Sueli Almeida

2. Festival de Teatro Adolescente

Até domingo (11/7), estão abertas as inscrições para o terceiro Festival de Teatro Adolescente “Vamos que Venimos Brasil” – a versão brasileira do festival criado na Argentina, que visa promover um encontro para o protagonismo jovem por meio do teatro e incentivar o teatro adolescente do país.

O festival, que é realizado na cidade de Santo André (SP), neste ano foi adaptado para o formato virtual em razão da pandemia da covid-19. Com isso, ampliou seu alcance abrindo a possibilidade de artistas do Brasil inteiro participarem e se integrarem a essa rede de fortalecimento das artes cênicas nacionais e latino-americanas.

Podem participar artistas e grupos teatrais com no mínimo 70% de integrantes com faixa etária entre 13 e 20 anos completos até o momento da realização do festival, que acontecerá de 16 a 26 de setembro de 2021, vinculados a escolas regulares, oficinas, pequenos cursos ou até provenientes de grupos e processos independentes de teatro jovem.

As inscrições são gratuitas e o formulário está disponível no site do evento. Clique aqui. As apresentações poderão ser realizadas em plataformas de streaming, de videoconferências, redes sociais ou outros meios. Neste ano de centenário do nascimento de Paulo Freire, a curadoria da programação será pautada na abordagem das pedagogias democráticas.

3. Serviço Social e a condição da infância, adolescência e juventude

Nos dias 13 e 14 de julho (terça e quarta-feira da semana que vem), o Conselho Regional de Serviço Social de São Paulo (CRESS-SP) promove o webinário Serviço Social e a condição da infância, adolescência e juventude. O evento será transmitido ao vivo pelo youtube (clique aqui), sempre das 19h30 às 22h.

O debate foca nos processos e experiências de resistências e lutas populares promovidas pela infância e a juventude e a exploração do trabalho no capitalismo contemporâneo.

Na terça, participam do encontro o educador Givanildo Manoel da Silva – Educador, a conselheira estadual Camila Gibin e o militante Felipe Patrício, do Movimento Luta Popular. Já na quarta, participam Edileuza Almeida – Artista popular, arte-educadora e assistente social; e Deborah Fromm, doutoranda em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas.

4. Nova turma do Pra Brilhar

O projeto Pra Brilhar abre chamada para inscrições e seleção de até 40 jovens LGBTQIA+ para uma jornada de formação sobre produção de conteúdos e comunicação sobre gênero, sexualidade, direitos humanos e prevenção combinada ao HIV/Aids e outras ISTs.

Podem participar adolescentes e jovens com idades entre 16 e 29 anos. A preferência será dada para meninos cis gays, meninas trans e travestis da cidade de São Paulo.

Até 20 selecionades receberão uma ajuda de custo mensal de R$ 100 para acessoà internet e atividades durante o ciclo formativo, que vai de agosto e novembro. Inscreva-se até dia 25 de julho clicando aqui.


Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CAIU TUDO POR AÍ?

Siga a gente no Twitter!

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: