#QueroViver: “Sinto os Direitos Humanos tanto na ausência quanto na solidariedade de quem luta” Militante do movimento Luta Popular e editora da Revista Amazonas, Helena Silvestre destaca quem luta para ter seus direitos garantidos

Para quem estão garantidos os Direitos Humanos?

Para Helena Silvestre, militante em São Paulo do movimento Luta Popular e editora da revista feminista Amazonas, a garantia desses direitos ainda não é pra todo mundo. Ao mesmo tempo, enquanto seguem nos desumanizando, continuamos na luta por esse reconhecimento e equiparação.

Confira no vídeo:

#QueroViver

Por conta dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, celebrados mundialmente neste dia 10 de dezembro, Periferia em Movimento publica a micro-série de vídeos #QueroViver. Clique aqui e confira a série na íntegra. A proposta é apresentar o olhar de 14 moradoras e moradores de periferias e favelas de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Salvador sobre a garantia ou não desses direitos no dia a dia e por que é importante é lutar para que todos tenhamos acesso a eles.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos nasce após a Segunda Guerra Mundial e o horror do Holocausto, a partir da reunião de líderes mundiais, que determinaram quais direitos todos e todas no planeta podem esperar e exigir simplesmente por serem humanos. No site da ONU (Organização das Nações Unidas), você pode conhecer e entender melhor que direitos são esses. Acesse.