Solidariedade na quebrada: “As ações de agora são frutos de uma rede que sempre existiu”

Solidariedade na quebrada: “As ações de agora são frutos de uma rede que sempre existiu”

Laís Diogo

Laís Diogo

Em mais um episódio do podcast Quebra das Ideias, conversamos com o educador social Lelo, que juntou outros artistas para conscientizar a população sobre a pandemia

Roteiro e apresentação de Laís Diogo. Revisão por Thiago Borges. Edição de áudio: Paulo Cruz. Versão para vídeo: Pedro Ariel Salvador e Vitori Jumapili. Foto em destaque: Ana Pra Rua

Quem nunca chamou parentes e amigos pra bater uma laje ou compartilhou um bolo com a vizinha assim que ficou pronto? Das antigas lutas por asfalto ao enfrentamento da fome na crise do coronavírus, a solidariedade na busca pela sobrevivência sempre esteve presente nas periferias.

“As ações de agora são frutos de uma rede que sempre existiu”, diz Wesley Silva, o Lelo. A história dele é a segunda da série sobre campanhas nas periféricas realizadas pelo Quebra das Ideias, o podcast da Periferia em Movimento.

Ouça no anchor, no spotify ou clique abaixo:

Articulador e Educador social no Grajaú (Extremo Sul de São Paulo) Lelo é co-fundador do Corre Coletivo, iniciativa que tem se organizado para ajudar minimamente as famílias mais afetadas pela falta de emprego, auxílio emergencial e comida no prato.

O grupo juntou outros artistas para produzir materiais informativos e criativos sobre a prevenção ao coronavírus. Em 2020, a Periferia em Movimento fez uma matéria sobre a história em quadrinhos “Inimigo Invisível”. Você também pode acessar e baixar os materiais aqui.

Este conteúdo faz parte do Quebrada Comunica, projeto de fortalecimento do campo da comunicação periférica da cidade de São Paulo idealizado pela Rede Jornalistas das Periferias em parceria com o Instituto de Referência Negra Peregum, Uneafro Brasil e o Fórum de Comunicação e Territórios.

Colaboração

, , , ,

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Comente usando o facebook

Nosso manifesto:

Nossas redes sociais:

Notícias recentes:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Confira também

Posts relacionados:

Apoie!
Skip to content