No Grajaú: Espetáculo afrofuturista discute mundo sem racismo

No Grajaú: Espetáculo afrofuturista discute mundo sem racismo

Periferia em Movimento

Periferia em Movimento

Capulanas apresentam “Ialodês” em mais um final de semana. Espetáculo dialoga com um lugar em que os potenciais de vida da mulher negra são respeitados

No último final de semana, as Capulanas – Cia de Arte Negra estreou no Grajaú (Extremo Sul de São Paulo) estrearam o espetáculo “Ialodês – Um manifesto da cura ao gozo”, que faz parte de um projeto contemplado pela 29º edição da lei de fomento ao teatro da cidade de São Paulo que apresenta uma colmeia-cidade autônoma liderada por mulheres negras e sem racismo.
As apresentações seguem pelos próximos dias no Galpão Cultural Humbalada: sexta e sábado (dias 24 e 25 de agosto), às 20h; e no domingo (dia 26), às 17h30. A entrada é gratuita.
“Ialodês” é o fechamento de uma trilogia de identidade, saúde e prazer das mulheres negras. Considerando aqui o prazer como uma experiência concreta, ligada à supressão ou diminuição/eliminação de uma tensão ou situação desagradável, o espetáculo nasce após dois anos de trabalho, estudos, práticas e oficinas realizadas pelas Capulanas, uma companhia composta por jovens negras de movimentos artístico políticos de São Paulo com origem no Jardim São Luís (zona Sul da capital).
Depois do Galpão Cultural Humbalada, o espetáculo segue para outras regiões de São Paulo, a começar pelo Espaço Funarte.
 
 

Autor

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Comente usando o facebook

Nosso manifesto:

Nossas redes sociais:

Notícias recentes:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Confira também

Posts relacionados:

Apoie!
Skip to content