“Nenê do ZAP” usa redes sociais para estimular cuidados na primeira infância

“Nenê do ZAP” usa redes sociais para estimular cuidados na primeira infância

Periferia em Movimento

Periferia em Movimento

Saiba como acessar os conteúdos

Reportagem de Aline Rodrigues. Edição de texto por Thiago Borges

“Ei, seu ex-nenê. A conversa é com você”. No instagram, no facebook e principalmente no whatsapp, chega aquela mensagem direcionada a quem também já foi uma criança pequena.

Com o uso das ferramentas da internet e linguagem lúdica e acessível, o Nenê do ZAP é um personagem criado com objetivo de sensibilizar a sociedade “adulta” para a importância da conversa e da interação na primeira infância.

E, a partir desta sexta-feira (14/08) e durante as próximas semanas, você acessa parte desses conteúdos aqui na Periferia em Movimento como fruto dessa parceria.

“O Nenê do ZAP leva informações e dicas sobre essa fase do nascimento até os seis anos para pais, mães e qualquer adulto que tenha convivência com bebês e crianças”, explica Sarah Maia, coordenadora do projeto Nenê do Zap, que foi desenvolvido pela Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal.

Clique aqui e acesse todos os materiais do Nenê do ZAP

Sarah lembra que 90% do cérebro se desenvolve até os 6 anos de idade. As conexões neurais se formam a um ritmo de 1 milhão por segundo, ou seja, é uma enorme janela de oportunidades para o desenvolvimento infantil. Esses estímulos vão desde falar, conversar até ler e cantar a uma criança.

O cuidado tem ainda um impacto econômico. Segundo o economista James Heckman, prêmio Nobel de Economia em 2000, investir na primeira infância traz um retorno de 13% ao ano. Isso acontece por causa das melhorias em saúde e educação e da diminuição da criminalidade e do desemprego.

“Uma primeira infância com cuidados, amor, estímulo e interação pavimenta o caminho para que a criança aproveite todo seu potencial. Nasce um adulto mais saudável e equilibrado. E floresce uma sociedade com os mesmos valores”, salienta Sarah.

Coronavírus e os nenês

O Nenê do ZAP nasceu apenas 2 semanas antes da decretação de pandemia do novo coronavírus. Por isso, com as crianças sem escola e creche, famílias sobrecarregadas e preocupadas com emprego e renda, o personagem passou a dar dicas também de como cuidar de si e das crianças nesse período – desde o uso de máscara, lavar as mãos até aspectos emocionais.

Nas redes sociais, os vídeos com especialistas ajudam a tirar dúvidas e sugerir caminhos para cuidar das crianças em meio a pandemia.

“O Nenê do Zap existe para lembrar os adultos – ou como ele mesmo chama, os ex-nenês – de que falar, cantar, brincar e ler para os bebês e crianças são os melhores estímulos para a aprendizagem”, conclui Sarah.

Autor

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Comente usando o facebook

Nosso manifesto:

Nossas redes sociais:

Notícias recentes:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Confira também

Posts relacionados:

Apoie!
Skip to content