Com arraiás e Orgulho LGBTQIA+, junho termina com eventos socioculturais nas periferias de SP

Com arraiás e Orgulho LGBTQIA+, junho termina com eventos socioculturais nas periferias de SP

Periferia em Movimento

Periferia em Movimento

A Periferia em Movimento indica alguns eventos que encerram o mês, dos arraiás que preservam e renovam tradições culturais na quebrada à luta da população LGBTQIA+

Junho é lembrado pelas festas em volta da fogueira, com quadrilha e comidas típicas à base de milho. E também é o mês do Orgulho LBTQIA+, cuja data oficial marca a luta por direitos para a comunidade na próxima terça-feira (28/6). E nas periferias de São Paulo, após 2 anos de celebrações interrompidas por conta das restrições da pandemia, os encontros presenciais voltam a acontecer. Confira a seleção abaixo!

Nesta sexta

Ainda hoje, o Centro de Apoio Psicossocial (CAPS) Piração realiza um debate sobre o mês do Orgulho LGBTQIA+, com oficina de permacultura e visita à exposição do artista Uberê Guelé na Casa Ecoativa. É a partir das 14h, na estrada de Itaquaquecetuba, 7225, na Ilha do Bororé (Grajaú, Extremo Sul de São Paulo).

E à noite, na mesma região, o coletivo Forró da Margem celebra junho com um discotecagem e comidas típicas na Sankofa Hub – casa sede da rede Nois por Nois. A partir das 19h, na rua São José do Rio Preto, 749, também no Grajaú.

No sábado

Depois de 31 meses sem eventos, o Sarauê faz o retorno do sertão em Parelheiros com poesia, exposição de artesanato e muito arrasta pé com o trio Forró de Orobó e a cantora Fatel Barbosa. A partir das 19h, na praça Júlio César Campos, em Parelheiros (Extremo Sul de São Paulo). Saiba aqui.

No Socorro (zona Sul), a Família Quem Samba Fica faz seu encontro mensal em clima de quermesse também às 19h. Na rua Augusto Ferreira de Moraes, 259. Saiba aqui.

E do outro lado da cidade, na zona Leste, o Coletivo Acuenda comemora 8 anos de existência e resistência com teatro e pesquisa realizando o Arraiá das Drags. A ação reúne diversas performances em cena no qual predomina a linguagem drag queen, incluindo dublagem, música, dança, poesia e teatro.

A festa contará com show drag, bingo, rifa, rainha e rei do milho, quadrilha, barraquinhas com comidas típicas, banda de forró e muito mais. Gratuita, o evento acontece na rua em frente a Casa Balaio, das 18h às 22h, na rua Adobe, 47, Jardim Romano (em frente à estação da CPTM, no Extremo Leste).

Autor

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Comente usando o facebook

Nosso manifesto:

Nossas redes sociais:

Notícias recentes:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Confira também

Posts relacionados:

Apoie!
Skip to content