Aeroporto de Parelheiros pra quem?

Thiago Borges

Thiago Borges

Travada desde 2014 por contrariar o Plano Diretor Estratégico, após uma decisão judicial favorável publicada no início deste ano a proposta de construção de um Aeroporto de Parelheiros para jatinhos executivos obteve a certidão de uso e ocupação do solo da Prefeitura de São Paulo.

A falta dessa certidão era o único impedimento para buscar o licenciamento ambiental para a obra. Agora, os empresários buscam essa licença junto ao Governo do Estado. Por se tratar de empreendimento em área de proteção aos mananciais, cabe ao Estado licenciar, pois se trata de interesse metropolitano.

(ERRATA: no vídeo, informamos erroneamente que a licença ambiental foi emitida pela Prefeitura. Portanto, atualizamos o texto deste post e em nosso site).

E você sabe como essa empreitada pode afetar o abastecimento de água na região metropolitana e a produção de alimentos por agricultores do Extremo Sul?

Neste vídeo, a Periferia em Movimento aborda o assunto com o gestor ambiental Vinicius de Souza Almeida e com Seu Toninho, que trabalha em roças de orgânicos ao lado do terreno onde aviões podem pousar se o projeto for aprovado.

Confira:

Autor

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Comente usando o facebook

Nosso manifesto:

Nossas redes sociais:

Notícias recentes:

1 Comentário

  1. Rodrigo disse:

    Tem que fazer or aeródromo mesmo ar população er ar do desenvolvimento regional sor fazer um projeto biológico

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Confira também

Posts relacionados:

Com crise climática e inflação na roça, orgânicos ainda atravessam ponte mas não param no prato das periferias

Do combustível ao adubo, alta generalizada dos preços afeta quem produz alimentos orgânicos na zona rural da capital paulista. Para não repassar custos, famílias agricultoras diminuem a já apertada margem de lucro e desaceleram produção que é insuficiente e foi prejudicada pelas chuvas. O acesso da população mais pobre à comida saudável fica ainda mais difícil. Entenda e conheça alternativas!

Apoie!
Skip to content