Jovem negro morre após ser baleado por PM em escola, moradores protestam e repressão come solta no Extremo Sul O universitário Matheus Freitas foi atingido no último sábado (01/10) e morreu segunda-feira (03/10), no Hospital do Grajaú. Inconformados, amigos e conhecidos protestaram no Jardim Novo Horizonte, mas foram fortemente reprimidos pela Polícia Militar

(Foto: Thiago Borges/Periferia em Movimento)

O universitário Matheus Freitas foi atingido no último sábado (01/10) e morreu segunda-feira (03/10), no Hospital do Grajaú. Inconformados, amigos e conhecidos protestaram no Jardim Novo Horizonte mas foram reprimidos pela PM