Enquadro: o que a Polícia pode ou não pode fazer?

Mãos pra trás, cabeça baixa, tem passagem, mexe com droga, sim senhor, não senhor, circulando… Expressões comuns numa abordagem, e que os entrevistados repetiram. Isso quando não rola assédio, agressão ou até ameaça. Apesar de comuns, tais atitudes não podem ser naturalizadas

“Crimes de Maio de 2006” seguem impunes e perpetuam banho de sangue nas periferias

MP paulista admite omissão nas investigações de 493 assassinatos cometidos por policiais e que seguem sem elucidação, mas procurador-geral desconversa sobre reabertura dos casos.

%d blogueiros gostam disto: