#NossoBonde: “Estamos vendo um surto de reação a um avanço que parece não ter mais volta”

Para Alexandre Barbosa Pereira, esses ataques do governo federal são parte de uma reação elitista aos avanços que vivenciamos nos últimos 10 anos.

Genocídio nas Américas: de um país a outro, vítimas do estado têm mesma cor e endereço

No continente americano, que concentra 43 das 50 cidades com as mais altas taxas de homicídios do mundo, as vítimas não têm apenas pouca idade: são em sua maioria descendentes de povos indígenas nativos e de africanos raptados e escravizados por europeus.

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: