Dia de Finados: Por quem choramos?

Localizado na Zona Sul de São Paulo, o Cemitério São Luiz ficou marcado como destino de milhares pessoas que morreram vítimas da violência e violação de direitos na região, principalmente nos anos 1990. O que mudou desde então?

#NossoBonde: “Sou otimista por conhecer a nossa força enquanto povo periférico”

Cristiane Rosa é uma mulher negra e periférica do Grajaú na luta em diversas frentes. E, apesar da situação desesperadora, ela vê caminhos para resistência

Siga o dinheiro: O real interesse por trás da redução da maioridade penal

Em reportagem do Alma Preta, os interesses privados do Congresso têm um intuito: manter os privilégios da elite branca e marginalizar a juventude negra.

Jovens negros estão mais vulneráveis à violência no Brasil, diz relatório

Dados do relatório Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência e Desigualdade Racial 2014 mostram que a população negra de 12 a 29 anos é principal vítima da violência.

“Mês do Hip Hop” reúne artistas da América Latina

Entre os dias 02 e 28 de março, o evento acontece em toda a cidade de São Paulo com oficinas, debates, shows, um grande festival e a entrega do Prêmio Sabotage.

Comissão da Verdade da Democracia: “Nossos mortos têm voz”

Apesar da ditadura militar ter acabado há 30 anos, a violência estatal segue firme na democracia brasileira. Mas um importante passo foi dado para visibilizar esse massacre: a criação da Comissão da Verdade dos Crimes da Democracia

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: