Dandaras e Zumbis do Grajaú: lutas históricas permanecem urgentes na quebrada Espetáculo da Cia Humbalada de Teatro​ com outros grupos e artistas da região aborda questões de raça, classe e gênero no território

Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento

Espetáculo da Cia Humbalada de Teatro​ com outros grupos e artistas da região aborda questões de raça, classe e gênero no território. Confira vídeo, fotos e relato sobre a peça

Espetáculo parte do Grajaú para falar de racismo, machismo e LGBTfobia no território Nova peça da Cia Humbalada de Teatro em parceria com outros grupos e artistas, "Grajaú conta Dandaras, Grajaú conta Zumbis" aborda o que pulsa nessas margens da cidade

Nova peça da Cia Humbalada de Teatro em parceria com outros grupos e artistas, “Grajaú conta Dandaras, Grajaú conta Zumbis” aborda o que pulsa nessas margens da cidade

#Memória2015: O patricardo tremeu com a luta das mulheres e LGBTs

Em 2015, você mudou sua perspectiva de gênero e sexualidade? Foram diversas as oportunidades para desconstruir estereótipos e reconhecer os privilégios.

Expressão da Quebrada: Juventude ativa na luta por direitos

Os jovens repórteres da quebrada do Extremo Sul de São Paulo explicam os direitos comuns a todos nós e apresentam os conteúdos produzidos a partir de entrevistas com militantes da região.

Poesia e “Pau Nu Ku” na Mostra Grajaú

Para comemorar dez anos de atuação no Extremo Sul, de agosto a outubro a Cia Humbalada de Teatro realiza a Mostra Grajaú. Veja programação do fim de semana

Encontro na Zona Leste discute criminalização da homofobia

Participe da segunda edição de Papo Reto. Neste encontro, sexta-feira (17), a discussão será sobre a criminalização da homofobia.

Vozes periféricas que ecoam – e as vozes que ainda não são ouvidas

(Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento)

Pela arte, as periferias resistem e se fazem ouvir. Mas algumas vozes ainda não ressoam como outras. Confira na reportagem sobre a Massa Revoltante.

Projeto coloca “interrogações” na cabeça de molecada

No Extremo Sul, Projeto Possibilidades atrai em média 150 adolescentes por mês com debates sobre redução da maioridade penal, homofobia ou funk.

Falar de sexualidade e gênero na escola ainda é tabu, aponta diretora transexual do Capão Redondo

“A escola tem clara a necessidade de ensinar a ler, escrever e calcular, mas não leva em consideração que cada ser precisa conhecer o seu corpo”, alerta Paula Beatriz Souza Cruz.

Muito além do desfile: Escola de samba debate discriminação e faz projetos sociais no Grajaú

Quando chega a Quarta-feira de Cinzas, o espaço da Em Cima da Hora abriga aulas de dança, oficinas, cursos e palestras. A agremiação também toma frente em demandas da comunidade.