Previdência: greve de funcionários públicos e ato pressionam Reforma

Servidores municipais de São Paulo seguem paralisados e se juntam a ato nacional contra proposta de Jair Bolsonaro

#Sextou: Embaixo de chuva, servidores em greve emparedam Covas

Greve de funcionários públicos da cidade de São Paulo contra a Reforma da Previdência Municipal segue pelo menos até terça-feira (19/02)

ALERTA! Coronavírus e as quebradas

Confira nossa cobertura

Apoie nossa cobertura jornalística

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: