Respeita as mina, TOP 10 é machismo!

foto Anderson Paulino

Um ano depois de coletivos do Extremo Sul denunciarem a exposição da sexualidade de meninas em vídeos nas redes sociais, a situação continua nada TOP. Resistir é a única alternativa.

Vozes periféricas que ecoam – e as vozes que ainda não são ouvidas

(Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento)

Pela arte, as periferias resistem e se fazem ouvir. Mas algumas vozes ainda não ressoam como outras. Confira na reportagem sobre a Massa Revoltante.

No meio do caminho, tinha um grafitaço contra o machismo

foto: Carolina Teixeira

Escadão no Grajaú é alvo de intervenção e denúncia de feministas contra exposição de fotos íntimas e xingamentos a meninas em mídias sociais como o WhatsApp