Enquadro: o que a Polícia pode ou não pode fazer? Mãos pra trás, cabeça baixa, tem passagem, mexe com droga, circulando... Isso quando não rola assédio, agressão ou até ameaça

Mãos pra trás, cabeça baixa, tem passagem, mexe com droga, sim senhor, não senhor, circulando… Expressões comuns numa abordagem, e que os entrevistados repetiram. Isso quando não rola assédio, agressão ou até ameaça. Apesar de comuns, tais atitudes não podem ser naturalizadas

#Memória2016: Uma década depois dos Crimes de Maio, o Estado segue deixando mães sem filhos Ítalo ou Matheus. 10 ou 24 anos. No Morumbi, no Grajaú, na Favela Sucupira, na Zona Leste... Com golpe ou sem golpe para trocar os comandantes no andar de cima, o genocídio do povo negro continua, criando novas Mães de Maio, junho, setembro... Por outro lado, o revide vem mais forte

(Foto: Thiago Borges/Periferia em Movimento)

Ítalo ou Matheus. 10 ou 24 anos. No Morumbi, no Grajaú, na Favela Sucupira, na Zona Leste… Com golpe ou sem golpe para trocar os comandantes no andar de cima, o genocídio do povo negro continua

Quando o enquadro vira sequela Levantamento do Comitê Juventude e Resistência e da DRE do Campo Limpo revela que o esculacho policial é cotidiano para parte significativa da população

Levantamento do Comitê Juventude e Resistência e da DRE do Campo Limpo revela que o esculacho policial é cotidiano para parte significativa da população