10 anos, 84 teses e as mães das periferias ainda perdem seus filhos para a polícia Uma década depois dos "Crimes de Maio", familiares aguardam resposta do Estado. Enquanto a conjuntura política do País se complica entre artimanhas de políticos profissionais, quem chora pelo sangue derramado nas quebradas só tem uma certeza: "é nois por nois!"

Os Crimes de Maio completam 10 anos, e para as Mães de Maio a luta continua segmentada: “Chegou a hora dos acadêmicos acordarem pra vida e ajudarem na revolução”, afirma Debora Silva

Movimentos contra guerra aos pobres

Vera Lúcia dos Santos, 59 anos, é vítima em dobro do Estado de São Paulo. No dia 15 de maio de 2006, em Santos (SP), um grupo de extermínio matou seu genro e sua filha, que estava grávida e foi assassinada por quatro homens encapuzados na véspera da cesariana. Naquela semana, pelo menos 493 civisContinue lendo Movimentos contra guerra aos pobres

Crimes de maio de 2006 no banco dos réus

Nesta quinta-feira (10 de julho), a partir das 9h30 da manhã, acontecerá o julgamento em plenário de um policial militar acusado de participar do homicídio de três jovens em maio de 2006.  Os chamados “crimes de maio de 2006” resultaram em pelo menos 493 mortos pela PM paulista em represália aos ataques do Primeiro Comando daContinue lendo Crimes de maio de 2006 no banco dos réus