#Memória2015: No ano das chacinas, nosso sangue escorreu pelas ruas e vielas

Em todo Brasil, mais de 50 mil pessoas morrem vítimas de homicídios anualmente, seja por falta de suporte do Estado ou exterminado pelo mesmo Estado. E os dados comprovam: a maior parte das vítimas é negra, pobre e mora nas periferias. Mas quem fica indignado?

Nenhum a menos: Semana de lutas contra a violência do Estado

Do Massacre do Carandiru a Ayotzinapa: até dia 03, movimentos sociais promovem série de ações para denunciar e discutir a violência do Estado.

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: