#AgostoNegro: um ano depois de chacina em Osasco e Barueri, movimentos seguem na luta contra o genocídio Familiares e organização fazem atos para relembrar o caso na sexta e no sábado. E, ao longo do mês, uma série de ações nas quebradas de São Paulo denuncia o genocídio que segue em curso

Familiares e organização fazem atos para relembrar o caso na sexta e no sábado. E, ao longo do mês, uma série de ações nas quebradas de São Paulo denuncia o genocídio que segue em curso

Nenhum a menos: Semana de lutas contra a violência do Estado

Do Massacre do Carandiru a Ayotzinapa: até dia 03, movimentos sociais promovem série de ações para denunciar e discutir a violência do Estado.

Um mês após chacina, protesto questiona: Quem matou 19?

A ONG Rio de Paz convoca protesto na avenida Paulista para lembrar um mês da chacina que deixou ao menos 19 mortos na periferia de Osasco e Barueri

Chacina: ato em Osasco presta solidariedade a familiares e amigos de vítimas

No domingo (16 de agosto), um ato em frente ao bar onde dez pessoas foram assassinadas pediu justiça e paz nas quebradas (Foto: UEO)

Nesta quinta, a União dos Estudantes de Osasco realiza no Munhoz Junior um ato de sétimo dia em solidariedade aos amigos e familiares das 18 vítimas mortas n chacina da semana passada.

EDITORIAL: Nem dia 16, nem dia 20. Por quem nossas panelas batem

Ilustração: Tom Bojarczuk

Em semana de manifestações contra e pró-governo Dilma, a gente decidiu ficar em casa. Nossas panelas batem pelas vítimas e familiares da marcha genocida