Editorial: As periferias, do discurso à prática Tivemos uma breve reflexão no coletivo Periferia em Movimento sobre o processo eleitoral recente e resolvemos compartilhar: o quanto nossa atuação se conecta de fato com as reais demandas de quem resolveu votar no candidato “não político”, votar em branco, anular ou simplesmente nem colar na seção neste domingo? E repetimos: nossos sonhos cabem nas urnas?

Tivemos uma breve reflexão do coletivo Periferia em Movimento sobre o processo eleitoral recente e resolvemos compartilhar: o quanto nossa atuação se conecta de fato com as reais demandas de quem resolveu votar no candidato “não político”, votar em branco, anular ou simplesmente nem colar na seção neste domingo? Nossos sonhos cabem nas urnas?