Reportagem revela abusos sexuais contra as “crias de família” A produção foi uma das vencedoras do Prêmio Jovem Jornalista 2017

No Pará, um grupo de estudantes de jornalismo produziu sensível material sobre a violência contra as “Crias de Família” – meninas que são levadas para serem criadas em outras casas, onde teriam melhores oportunidades de estudo.

A prática das crias de família é frequente no norte do país, como mostram os dados captados pelas estudantes Samyra Millena, Rocha das Mercês e Thâmara Hévilla Magalhães. Também frequentes são os abusos a que essas meninas são submetidas.

Assista à reportagem em:

Essa foi umas das vencedoras do Prêmio Jovem Jornalista 2017, que teve como tema principal a violência contra as mulheres. Os detalhes da produção estão disponíveis neste documento.

Prêmio Jovem Jornalista

Desde 2017, o Periferia em Movimento faz parte da comissão avaliadora do Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, na missão de democratizar o espaço e incentivar produções periféricas no jornalismo.

Quer participar? Fica aqui o convite e incentivo para que em 2018 este prêmio esteja cheio de projetos de jornalismo das periferias do país!

Confira na página do Instituto Vladimir Herzog quais os 10 trabalhos vencedores do concurso!