Nesta terça-feira (13 de dezembro), o Sarau dos Mesquiteiros lança um livro com um conjunto de poesias de escritores adolescentes para celebrar 10 anos de “Literatura (é) Possível”, um dos primeiros projetos pedagógicos a utilizar os saraus periféricos e a literatura marginal como metodologia de ensino, incentivo à leitura e produção escrita dentro da escola.

Criado e desenvolvido pelo educador e escritor Rodrigo Ciríaco, o projeto teve início em maio de 2006, na EE Geraldo Campos Moreira e EE Jorn. Francisco Mesquita, ambas escolas da Zona Leste de São Paulo.

“A ideia inicial era compartilhar algumas paixões: os saraus, a literatura marginal, a poesia periférica. A proposta foi crescendo, o coletivo Mesquiteiros surgiu em 2009 e o trabalho não parou mais. Hoje desenvolvemos oficinas, encontros literários, saraus, concursos para jovens poetas e escritores, além de publicarmos nossos próprios livros e pagar bolsa de estudo aos integrantes do grupo”, diz Ciríaco.

Em dez anos de atividade, foram realizados, em média, 60 saraus por ano para um público aproximado de 70 a 80 pessoas por edição, sempre em escolas públicas, bibliotecas, centros culturais.

“Em dez anos, atingimos com certeza um público médio de 50 mil pessoas, ou seja: a gente conseguiu encher um estádio de futebol, com sarau e poesia”, conta Ciríaco. E completa: “Nos últimos cinco anos, publicamos textos de mais de 200 autores, poetas, a maior parte deles jovens, adolescentes e mulheres. Em sua maioria inéditos. Isso é fundamental em um país em que 44% da população afirma não ter o hábito da leitura e 30% nunca comprou um livro sequer”.

O lançamento acontece no Teatro do Centro Cultural da Penha e conta com a presença da maior parte dos 38 autores publicados nesta antologia. Além de contos e poemas de jovens e adolescentes que integram o grupo, há a participação mais que especial de poetas e escritores convidados como Conceição Evaristo, Sérgio Vaz, Ferréz, Roberta Estrela D’Alva, Binho, entre outros.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

× Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: