A série de encontros Papo Reto convida a cada edição pessoas que tenham em sua trajetória a militância pelos direitos da população LGBT.

Nesta sexta (17), a iniciativa convida para falar sobre a criminalização da homofobia Pierre Freitaz, acadêmico de Serviço Social, militante dos Direitos Humanos, membro da Rede Estadual de Adolescentes e Jovens vivendo com HIV/aids de São Paulo. Freitaz já foi assessor da presidência da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo e membro do Conselho Municipal da Juventude.

A iniciativa integra o projeto “Quem vai chorar por eles?” financiado pelo Programa VAI.

O Coletivo Cultural Sankofa é formado por artistas educadores que, desde 2012, sentiram a necessidade de pesquisar e desenvolver ações em arte educação sobre as diversas questões que envolvem os temas da Diversidade – raça, gênero e sexualidade.

Anotaí!

Papo Reto

Quando? 17 de julho, sexta-feira, às 19h30

Onde? Rua: Pangauá, 669, Vila Ré, Zona Leste.

Entrada franca.

Mais informações aqui e aqui.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: