Existe relação entre o sofrimento mental e a sociedade em que vivemos? E quando nossa morada é a periferia, o que muda?

Nessa quinta-feira, 25 de maio, o CineCampana vai discutir a saúde mental de quem mora em condições periféricas. O evento vai acontecer na Casa Popular De Cultura de M’boi Mirim, com a exibição dos filmes “Em nome da razão” e “A casa dos mortos”. A temática se insere nas discussões da Luta Antimanicomial. Afinal, se não existem mais manicômios, as prisões criadas são outras, que refletem no aumento da depressão e da ansiedade.

“Historicamente, se trancou e abandonou essa população nos chamados hospitais psiquiátricos, que não é diferente do que vemos hoje em dia no tratamento reservado à cracolândia pela prefeitura de São Paulo: na hora de higienizar a cidade, a saúde vira desculpa para tratar moradores de rua com violência e brutalidade.”

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ALERTA! Coronavírus e as quebradas

Confira nossa cobertura

Apoie nossa cobertura jornalística

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: