Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento

Nesta sexta, entidades e movimentos sociais realizam ato de luta pela água

Formado por mais de 90 organizações e movimentos sociais, o Coletivo de Luta pela Água convoca nesta sexta-feira (20 de março) o Grande Ato de Luta pela Água. A concentração acontece às 14h30, no MASP, Avenida Paulista.

O coletivo defende que todo povo paulista tem direito de ter água de boa qualidade e em quantidade suficiente garantida durante todo o tempo, sem racionamento e sem rodízio. “Sendo absolutamente necessário o racionamento, este deve ser igual para todos, pobres e ricos”, diz a nota do grupo.

Entre os impactos da falta de água, o coletivo denuncia que escolas, creches e hospitais já são afetados, além do aumento de casos de dengue em decorrência do armazenamento inadequado da água e outras doenças por conta do uso de água de fontes e poços sem controle de qualidade.

Clique aqui e leia as reportagens especiais do Periferia em Movimento sobre a crise no abastecimento.

Entre as pautas de reivindicação, estão:

  1. Decretar imediatamente estado de calamidade pública;
  2. Não ao aumento de tarifas de água e cancelamento dos descontos concedidos aos grandes consumidores (shoppings, jornais, emissoras de TV,condomínios de luxo, etc.);
  3. Requisitar poços artesianos para uso comum;
  4. Implantar programa de cisternas e reservatórios coletivos
  5. Elaborar plano de emergência com ampla participação popular

“Não podemos aceitar que o Governador Geraldo Alckmin aja como se nada estivesse acontecendo e continue a jogar a responsabilidade pela crise da falta de água potável nas costas da população que, desde o ano passado, convive com o racionamento promovido pela Sabesp”, diz o comunicado.

O Coletivo de Luta pela Água é formado por entidades como a Central de Movimentos Populares (CMP), Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), União dos Movimentos de Moradia (UMM), Federação das Associações do Estado de São Paulo (FACESP), Central Única dos Trabalhadores (CUT-SP), Frente de Luta por Moradia (FLM), Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SINTAEMA), Movimentos dos Atingidos por Barragens (MAB), Rede Nossa São Paulo, entre outras.

Anotaí!
Ato de Luta pela Água
Quando?
Sexta-feira, 20 de março, às 14h30
Onde? No MASP – Avenida Paulista
Mais informações aqui.

Carregando…