Nessa quarta feira (15/03) povo paralisa contra a Reforma da Previdência Projeto encaminhado para votação no Congresso reduz as chances de o morador da periferia conseguir se aposentar em vida

Na quarta feira, 15 de março, movimentos sociais estão chamando a população brasileira a se mobilizarem contra a Reforma da Previdência.

Antes de tudo, é preciso entender o que esse Projeto de Lei significará se for aprovado pelo Congresso:

  • A idade mínima para aposentadoria será de 65 anos para homens e mulheres.
  • Só poderá ter aposentadoria integral o trabalhador que tiver contribuído com o INSS por no mínimo 49 anos.

A expectativa de vida média em Cidade Tiradentes é de 53 anos. No Grajaú, é de 56 anos. Em Parelheiros, de 59 anos. Em um cenário em que a expectativa do brasileiro que vive nas periferias não ultrapassa os 65 anos e que o número de trabalhadores informais (não registrados e que não contribuem com o INSS) só cresce, o que a reforma significa para o nosso povo?  Que AS TRABALHADORAS E OS TRABALHADORES BRASILEIROS QUE MORAM NAS PERIFERIAS IRÃO MORRER ANTES DE SE APOSENTAREM.

O Dia Nacional de Mobilização Contra a Reforma da Previdência é na quarta-feira. A concentração do protesto começa às 16h em frente ao MASP, na Avenida Paulista.  Para mais informações, acesse as páginas da Frente Povo Sem Medo e da Frente Brasil Popular.

 

Anotaí!
O quê?

Dia Nacional de Mobilização Contra a Reforma da Previdência

Quando? 15 de março a partir das 16h no MASP
Adicionar à agenda do Google