Neste domingo (31 de julho), no Capão Redondo, o projeto “Periferia, Cultura e Resgate” debate a invisibilidade do negro na sociedade, com pesquisas relacionadas ao mundo afro e afrobrasileiro e uma roda de conversa sobre o assunto.

Além disso, haverá oficinas de stencil, mandala, turbante, troca de livros e sorteio da obra “O Diabo na Mesa dos Fundos”, do escritor Wesley Barbosa.

O projeto tem como objetivo construir um pensamento crítico sobre as estruturas que formam a comunidade na região do M’Boi Mirim.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: