#NãoFecheMinhaEscola: Estudantes protestam contra “reorganização escolar” de Alckmin

Nesta terça-feira (06 de outubro), a partir das 08h da manhã, milhares de estudantes da rede pública estadual devem tomar a avenida Paulista para protestar contra a reorganização escolar proposta pelo governo de Geraldo Alckmin.

Segundo a Secretaria da Educação, a reorganização é necessária devido à diminuição da demanda de alunos motivada pela redução da taxa de natalidade no Estado. Entre 1998 e 2015, a rede estadual perdeu 2 milhões de estudantes.

“O processo pretende ampliar o número de escolas com um único ciclo, o que favorece a gestão das unidades e possibilita a adoção de estratégias pedagógicas focadas na idade e fase de aprendizado dos alunos”, aponta a Secretaria, em nota.

A partir do ano de 2016, a intenção é aumentar o número de escolas divididas por ciclos: Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio. A rede estadual tem 3,8 milhões de matriculados, mas nem todos devem ser afetados inicialmente. Com a mudança, eles seriam transferidos a unidades até 1,5 quilômetro distantes.

Porém, pais e alunos temem as mudanças, enquanto professores apontam a possibilidade de lotação de salas e demissão de docentes temporários. Com a notícia de fechamento de centenas de escolas, nas últimas semanas uma série de protestos realizados por estudantes aconteceram em São Paulo, região metropolitana e interior do Estado.

Para a manifestação desta terça-feira, mais de 17 mil pessoas confirmaram presença no evento convocado por estudantes no Facebook.

Anotaí!

Manifestação contra reorganização do ensino na rede estadual

Quando? Terça-feira, 06 de outubro, às 08h

Onde? No vão livre do MASP – Avenida Paulista – Centro de São Paulo

Mais informações aqui.

  • As mudanças propostas pelo governo Geraldo Alckmin para a educação trarão grandes avanços para a melhoria do ensino público. A educação é fundamental para o desenvolvimento do nosso país. Mas a Apeoesp e a CUT sempre serão contra qualquer proposta do Governo de SP. Eles não lutam pelos interesses dos professores, nem se preocupam com os alunos ou com a educação. Eles apenas defendem os interesses do PT.

    • Joice

      Cara, abre teu olho. Essa reorganização pretende fechar mais de 1.500 escolas por todo o Estado e pra onde vai toda essa gente? Lotar as salas de aula. É assim que se melhora o ensino, fechando escolas? Não vai trazer avanço, vai trazer caos.
      As manifestações não são partidárias, são de pais, professores e alunos que querem ser ouvidos, pois o governo resolveu fazer tudo isso sem consultar o povo. Se liga.